Estúdio com 30m2 tem construção econômica e resultado belo

Imagem
O  BAAQ  é um escritório de arquitetura mexicano que desenvolveu este projeto para um estúdio de descanso, o Chiapas Studio. Os requisitos eram economia na construção e manutenção. O resultado ficou muito interessante.  Com cerca de 30 m2 a construção aproveita a ventilação natural e como a região tem verões quentes, aproveitam a grande cobertura em bambu para criar uma varanda coberta para ser usada nos dias quentes. Para os dias frios, a parte inferior, com paredes de painéis de cimento e poliestireno de alta densidade, abriga como sala de estar.

Casa com materiais baratos e muito espaço


"Você não tem que construir uma casa com materiais muito caros para conseguir algo realmente rico e revigorante.
Foi com essa concepção que o arquiteto Jonathan Lake projetou e construiu a sua casa de 170 m2 na Austrália. Aparentemente pequena, ela revela generosos espaços no seu interior.



E já começa na entrada e na opção de trocar a garagem por um caminho ajardinado por onde se entra, lentamente, na residência. Uma proposta quase inusitada em tempos de predominância ainda do transporte automotivo individual. Mas o arquiteto faz a comparação com o custo de uma garagem em orçamentos mais apertados e chega a conclusão que a troca é válida. Obviamente ele tem um local onde deixar seu automóvel com segurança. Uma viela nos fundos que é usada quase como um estacionamento particular.

A casa é formada por dois blocos. O térreo tem paredes de concreto e abriga as áreas de uso comum. Simbolicamente usa da força do material para representar a vida privada do refúgio.  

No segundo pavimento, que repousa sobre a caixa de concreto, estão as áreas de uso privado da família e o projeto privilegia a conexão com a vista da cidade, fazendo com que as pessoas usufruam do entorno. Os materiais usados são madeira reciclada e tijolos aparentes.

O arquiteto usou conceitos de ventilação natural, aproveitando as aberturas para as trocas de ar, economizando assim no uso de condicionadores de ar.


Nos móveis também foram usados acabamentos econômicos como laminados e compensados.
"Eu gosto do processo de concepção, pois é um pouco como uma aventura. Você começa com algumas ideias, e onde vai acabar não é necessariamente onde você pensou que seria no início. Tantas coisas entram em jogo; orçamento, as autoridades locais, tempo e disponibilidade de materiais Mas isso é divertido."

(Via )

Nos siga também nas redes sociais

snapchat: arqsteinleitao  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros