MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

8 hábitos de projeto de arquitetos de sucesso


Um vídeo bem interessante em que um arquiteto fala sobre 8 hábitos que usa ao projetar casas. Comecei a ver por curiosidade e achei relevante trazer para vocês aqui no blog.

Fiz um rápido resumo do que seriam esses 8 hábitos, mas sugiro que vejam todo o vídeo. 

1- Contar uma história. Uma imagem bem bacana sobre a compilação que o arquiteto faz e que resulta no partido. Uma narrativa, uma história do que se pretende, é bem isso mesmo.

2- Correr riscos ao propor algo novo. Repensar novas soluções e uma nova visão inclusive para velhos problemas.

3- Suar nos detalhes. Boa dica. Nos detalhes se revela a poesia das soluções. Não economizar neles para que o projeto seja muito próximo da narrativa inicial. 

4- Simplificar o desnecessário para que o necessário sobressaia. (Adorei isso)

5- Estabelecer ordem. Decidir a hierarquia de importância das e nas soluções. 

6- Repetir, repetir, repetir. Unificar uma proposta usando repetições de padrões.

7- Quebrar regras. E principalmente decidir onde elas serão quebradas

8- Projetar pensando em todos os sentidos do cliente

Não é receita de bolo, isso não existe. É experiência de um arquiteto compartilhada e que me pareceu bem relevante. Pode e deve ser questionada. Pode e deve ser analisada. O que acharam?



Nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest
snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros