8 Tiny cabanas para inspirar sua alma

Imagem
Na esteira das mudanças de anseios pelas quais passa a humanidade, vemos o incremento das chamadas " tiny houses ". Tiny vem do inglês muito pequeno, e assim foram batizaram casas ou cabanas com pouquíssimo espaço e muito aproveitamento. Seja para casas de veraneio, espaço de trabalho ou mesmo para residir, a experiência de viver apenas com o indispensável, parece ser das tendências mais interessantes dos tempos atuais. Até porque contrapõem de maneira bastante enfática toda uma sociedade de excessos em consumo e usos. Separei aqui 8 exemplos de tiny cabanas que são altamente inspiradoras para alimentar essa ideia de forma prática. Muitas delas são vendidas como forma pré-fabricada.  A primeira delas é  aVOID . Com 8 metros quadrados, o jovem arquiteto Leonardo di Chiara projetou uma pequena casa, inspirada em barcos de sua infância.   Pode ser acoplada a um trailer e, por meio de dobragens consegue múltiplas possibilidades de uso. E ainda conta com um mirante/janela na parte

Casa que move com o sol

O sol faz seu movimento durante o dia e nem sempre os painéis solares colocados nos telhados conseguem absorver a energia solar de maneira mais eficiente. Mas e se os telhados acompanharem o movimento do sol?

É o que mostra essa Casa em Movimento que foi projetada com a ajuda de uma equipe da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto.

Como isso é feito? Com uma estrutura de metal que permite que o volume principal e inclinação do telhado rode 180 graus e acompanhe o movimento do sol. Isso tudo com um gasto energético muito pequeno. A previsão de geração de energia é de cerca 25.000 kWh.





Além disso a casa ainda pode ser aumentada por módulos e seus espaços internos são adaptáveis e flexíveis.




Fonte:
inhabitat

Gostou? Tem alguma sugestão?  

Comenta e conta para a gente a tua opinião. 
Nos siga também nas redes sociais



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 motivos para NÃO fazer arquitetura