Pular para o conteúdo principal

O que se quer de um bom design de mobiliário - 6 exemplos

De um bom design de mobiliário se quer o que? Em primeiro lugar que seja funcional. Eu não abro mão desse requisito, se não servir para algo que não seja admirar, é escultura, não móvel. Em segundo lugar que seja de fácil produção e não desperdice materiais. Se reaproveitar tanto melhor. Mas pode também usar materiais certificados e não gastar um monte de energia na sua produção. E deve ser belo para cumprir outra função também muito importante, qual seja a de despertar uma emoção boa aos sentidos. E ainda avalio se pode ter um desenho que perdure. 


Seguindo esses parâmetros selecionei alguns exemplos de designs premiados recentemente. Não foi uma pesquisa muito científica, apenas consultei o Google e segui o instinto. Aliás seguir o instinto é um dos parâmetros que uso muito em minhas escolhas e a grande maioria do que compartilho com vocês segue esse principio básico. 

Primeira escolha - Stratum folding chair de Ammar Kalo. Premiado no quesito mobiliário 2014-201. Me chamou a atenção as linhas puras, o uso de formas simples que, encaixadas, formam o volume final. O uso da madeira com os seus veios me remetem à criações ancestrais. Juro que poderia ver essa cadeira em um passado distante. Pelo menos na forma. Essa união de antigo com a tecnologia moderna me encanta.


Stratum folding chair de Ammar Kalo - Design award 2014 2015
stratum folding chair’ by ammar kalo

Segunda escolha: A Exocet Multifunctional Chair de Stéphane Leathead me chamou a atenção pela forma. É ousada e ao mesmo tempo pura. E depois - e logo em seguida - pela múltipla funcionalidade. As peças de madeira unidas pela engrenagem me lembram ao mesmo tempo artefatos mecânicos e as nossas próprias rótulas humanas.  
Exocet Multifunctional Chair by Stéphane Leathead - Design award 2014 2015
Exocet Multifunctional Chair by Stéphane Leathead
Terceira escolha: Esta peça de sapateira com porta guarda chuvas eu vi em uma chamada para prêmio de design. Ela é muito simples e foi exatamente isso que me chamou a atenção. Cada vez mais pessoas tem o costume de tirar os sapatos na entrada de casa e achei essa peça bem interessante.
Sapateira de entrada
Sapateira de entrada

Quarta escolha: Cozinhar é uma das atividades humanas mais valorizadas. Atualmente a cozinha deixou de ser uma peça escondida para entrar na área nobre de muitas casas. A Cut Kitchen by Alessandro Isola tem um desenho limpo e extremamente versátil, apropriado para espaços pequenos já que pode se transformar bastando abrir e ampliar suas peças.
Cozinha versátil - Design award 2015
Cozinha versátil - Design award 2015
Quinta escolha - Design alemão que se inspira nos desenhos tradicionais, fazendo uma releitura muito bonita. A  Spin Chair me agrada pela forma, pelo conteúdo da proposta e pela versatilidade de uso. A vejo sendo usada por muitos anos.
Design alemão - Spin Chair
Design alemão - Spin Chair
Sexta escolha. Veio do Design Britânico e achei tão prático. Transformar uma peça de brinquedo em mesa, ou vice versa. E de uma maneira tão limpa, tão clara, me parece bem bacana. Além disso não parece ter arestas nem peças que ponham as crianças em risco, o que é fundamental em uma proposta de design para o público infantil. É a Transforma.
British design award
Heena Patel, BA Product and Furniture Design, ‘Transforma’
E vocês? O que lhes chama a atenção no mobiliário que ganha ou concorre a prêmios?

 Gostou? Conta para a gente, vamos adorar saber. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

Interno I - escada como elemento formal destacado

A escada como elemento formal de ligação entre os dois andares desta reforma que o escritório do arquiteto italiano Alfredo Vanotti executou chama a atenção pela beleza e fluidez.Feita em ferro e pintada em branco ela não apenas é ponto focal, como serve de divisória para os espaços de estar e cozinha.
O espaço amplo servia de escritório e agora abriga área social no térreo e dormitório com banheiro no piso superior. Tudo isso em um estilo enxuto e ao mesmo tempo aconchegante.Coerente com a proposta do arquiteto de que a sua arquitetura deve falar por si mesma.
Nos siga também nas redes sociais
TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest