MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Espaço pequeno e mutifuncional - the YO! Home


Espaços pequenos que se transformam como mágica com projetos bem bolados e muitos artifícios e boas ferragens e rolamentos. Quem nunca sonhou em transformar seu apertamento em algo semelhante ao que Simon Woodroffe oferece com o seu projeto the YO! Home ? Mas será que é assim fácil? 


the YO! Home
Na verdade o sistema bolado pelo Simon é uma proposta de modulação multifuncional que pelo que entendi funciona como um Lego de habitação. Aparentemente não é um processo muito complicado, exige um pé direito mínimo para esconder as camas e mesas que ficam embutidas no solo e forro. 
the YO! Home
Como a sua proposta é de fornecer módulos, o site não fala se pode ser adaptado aos apartamentos e casas existentes. Mas existindo espaço, não vejo porque não. Lógico que teremos degraus e isso teria que ser adaptado para portas de entrada. Mas não é apenas a questão da acessibilidade que me incomoda. Eles falam no site que como é um sistema modular, os custos se tornam mais baixos que uma solução particular. E até acredito que sim, mas ainda são soluções caras para o bolso de gente normal. (Gente normal é quem ganha salário ou honorários que não atinjam cifras mais elevadas)   
the YO! Home
E tem também a questão da manutenção. Lá eles terão equipes que farão esse serviço. Mas isso também é caro. E como tudo irá funcionar com o tempo e não apenas no início é uma das minhas preocupações de projeto. Já deixei de optar por soluções mais ousadas justamente por ver como elas se comportam com o passar dos meses e anos.
the YO! Home
Mas mesmo assim acho interessante esse tipo de solução. Me lembram barcos e teatro. Acho viável algumas ideias. A da cama por exemplo. Já vi várias propostas em que a cama se alça em voo e cria uma área de estar quando não é usada. Pode ser interessante em lofts. A pensar. 
the YO! Home
Para quem gostou e quer saber mais a respeito o site é the YO! Home
the YO! Home
 Obs: Gostei do sistema de encaixe da mesa. 

Outros exemplos de projetos usando soluções para pequenos espaços:


Gostou? Conta para a gente a sua opinião. 

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros