MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

De igreja em loft moderno

Modificar usos é um lado interessante na renovação dos prédios. Na nossa realidade, por exemplo, muitas edificações estão virando templos religiosos. Já vi prédios comerciais, antigos cinemas e até casas noturnas que viram templos. Por isso me chama a atenção quando acontece o contrário. E com um que mantém as suas características formais por fora. 

Esse loft na Holanda é um exemplo bem interessante desse tipo de mudança.

Por fora formal e austero. Por dentro, iluminado e divertido. Muitos dos materiais usados no revestimento foram aproveitados e os amplos espaços ganharam mobiliário que marcam presença de forma bem bonita.
Uma grande caixa em madeira, feita com o antigo assoalho, delimita o espaço e insere uma escada muito vibrante.
 A estrutura do telhado é exposta e serve de suporte para o espaço interno.
A reforma levou em consideração uma relação custo benefício, usando materiais funcionais e respeitando a verba disponível. O piso é em cimento alisado e as paredes são brancas para iluminar mais o interior.

No jardim um conteiner foi adaptado e transformado em área de convívio com direito a telhado verde.

Projeto Leijh, Kappelhof, Seckel, van den Dobbelsteen Architects
Fotografias Vincent van den Hoven


Fonte

Curta no Facebook  Assine no Flipboard

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros