3 de fev de 2015

Espaço de vida em projeto comunitário

A Arquitetura revela a sua importância social quando consegue intervir em espaços carentes tanto do ponto de vista econômico como social. Um bom exemplo é esse espaço de vida e paz em um bairro muito pobre e com histórico de violência em Caracas na Venezuela.


Áreas públicas em comunidades são locais de conexão e que podem fomentar um papel agregador da comunidade. Mas muitas vezes o que vemos são espaços abandonados e nesse caso, em particular, um local de tomado por vazamentos e lixo. 


O escritório de arquitetura espanhol PKMN, junto com a comunidade, projetou esse esse espaço, salientando o papel do arquiteto como agente COM JUNTO, não O CRIADOR, mas um dos criadores.

Para esse espaço público se chegou a uma modulação básica e bastante funcional: triângulos. Módulos metálicos que se unem e formam espaços abertos e cobertos. A modulação se repete tanto no piso como espacialmente formando belos espaços que unam a população local em encontros, reuniões, brincadeiras. A solução encontrada é de fácil montagem pela mão de obra local, facilitando a sua execução.



Aqui outro projeto do mesmo escritório. E aqui mais projetos comunitários e para comunidades.