Pular para o conteúdo principal

O que é para mim essa tal de Elegância?

Elenara Elegante - recebi esse elogio da querida Claudia Giane No último encontro do Viva Positivamente (falei sobre ele AQUI). E as amigas Flavia, Simone, Regiane e Luciana concordaram. E da brincadeira fiquei pensando sobre o que seria essa tal de elegância?

Para mim passa por ter estilo próprio. Sabe quando a gente se veste ou compra, ou mesmo decora, sem seguir tendências como receita de bolo? O melhor termômetro passa pelo se sentir bem.

Por exemplo, gosto de aproveitar peças boas e básicas. E jogar com lenços e acessórios. Faço isso nos ambientes que projeto também. Dou preferência por ousar em tudo o que posso mudar com facilidade e deixar as peças e paredes mais permanentes com cores e revestimentos que não sejam datados. Uma relação custo-benefício que permeia minhas escolhas. 

Para mim o menos é mais. Mas não sou absolutamente uma pessoa minimalista. Ao contrário, sou acumuladora. Combino peças de mais de 20 anos de uso com as mais modernas. Também faço isso ao combinar objetos de grande valor afetivo com peças mais atuais. Gosto de me vestir com simplicidade. Gosto também de ambientes confortáveis. Mas ambos com personalidade. 

Procuro roupas que me caiam bem. As vezes as encontro em liquidações, outras vezes são peças mais caras. Já aprendi que nem sempre grife é sinônimo de qualidade. Mas aprendi também que peças mais caras que possam durar e ser bem usadas são mais baratas que aquela oferta baratinha comprada no impulso, mas que vai ser deixada no armário. Pensar a longo prazo, inclusive ao vestir. Essa sou eu, e meu estilo de elegância.

Compras baseadas no gostar, no amor. Mais que no que acho que vou usar. Mas sem rigidez que essas regras já deram errado alguma que outra vez. Mas no geral funcionam.

E o fundamental: Para mim uma das características das pessoas verdadeiramente elegantes é tratar a todos com gentileza e educação. Quem se acha mais por titulo ou conta bancária é muito pobre no meu critério pessoal.    
Não adianta mesmo. Tratar com rispidez ou ignorar as pessoas que não possam nos trazer algum benefício aparente ou que estejam abaixo em nosso pretenso patamar cultural/social/monetário é sumamente deselegante. E não há roupa grifada que ajude.
E apesar das restrições ao autor da frase que conheço desde os tempos em que era Bhagwan Shree Rajneesh ( e eu tenho quase todos os livros dele) concordo com a frase acima. Seguir o que faz o coração vibrar é muito elegante. Seguir rigidamente gurus, crenças, ideologias, etc, etc para mim é muito chato, mais que deselegante. Mas essa é uma opinião pessoal e não a coloco como regra para ninguém. 

Coloque o nariz para cima para enfrentar o mundo de cima, já dizia minha mãe, mas procure respeitar as outras pessoas, acreditar na liberdade e na autonomia dos outros e se amar. Isso é sumamente elegante. Olhe para si mesmo com o olhar de admiração, escolha o que lhe faça feliz seja na roupa seja na decoração de sua casa.  Esse é um dos segredos da elegância.

E fiz uma brincadeira com o look que escolhi para ir ao piquenique no Rio e que me gerou o apelido de Elenara Elegante: Uma mistura de peças de liquidação, com peças herdadas antigas, peças de valor familiar afetivo e modernas. Essa sou eu.


Comentários

  1. Um comentário pertinente, só para comemorar o novo blog (http://elenaraelegante.blogspot.com.br/) e deixar meus parabéns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

Interno I - escada como elemento formal destacado

A escada como elemento formal de ligação entre os dois andares desta reforma que o escritório do arquiteto italiano Alfredo Vanotti executou chama a atenção pela beleza e fluidez.Feita em ferro e pintada em branco ela não apenas é ponto focal, como serve de divisória para os espaços de estar e cozinha.
O espaço amplo servia de escritório e agora abriga área social no térreo e dormitório com banheiro no piso superior. Tudo isso em um estilo enxuto e ao mesmo tempo aconchegante.Coerente com a proposta do arquiteto de que a sua arquitetura deve falar por si mesma.
Nos siga também nas redes sociais
TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest