MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Ambiente afeta a arte

Estava vendo um reportagem sobre cenários de TV e essa frase me marcou: "o ambiente afeta a arte". Pura verdade. O ambiente afeta não só a Arte que tanto valorizamos. Afeta nossas vidas. Por isso a contemplação, o impacto que a imaginação criadora exerce sobre nós.

Toda a arte é, ao mesmo tempo, superfície e símbolo. Os que penetram para além da superfície, fazem-no a expensas suas.
Os que leem o símbolo, fazem-no a expensas suas. O que a arte realmente espelha é o espectador, não a vida.
 (Oscar Wilde)

Por isso a importância da cenografia nos teatros e outros ambientes de dramaturgia. A magia da transformação que as montagens cenográficas fazem com o artista são fantásticas. Com o espectador já são, quantas vezes nos sentimos transportados por efeitos de luzes!  

Para que serve a arte. Para nos trazer de volta ao ser gente. Quando o mundo teima em nos despersonalizar e embrutecer, a arte nos traz ao encontro do significado real da vida: o sentir. (Elenara Stein Leitão)
Pensando nisso, a Arquitetura nos transporta também a portas de mundos novos onde podemos também nos transformar em atores de uma vida diferente, quiçá mais bonita. Afinal a arte de ver também é um aprendizado da Vida.
O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido. Nietzsche sabia disso e afirmou que a primeira tarefa da educação é ensinar a ver. O zen-budismo concorda, e toda a sua espiritualidade é uma busca da experiência chamada "satori", a abertura do "terceiro olho". Não sei se Cummings se inspirava no zen-budismo, mas o fato é que escreveu: "Agora os ouvidos dos meus ouvidos acordaram e agora os olhos dos meus olhos se abriram". (Rubem Alves)
Por isso também é importante pensar no cenário que criamos para a nossa vida. O que ele nos diz? Como nos cercamos de uma imagem que queremos mostrar ao mundo, para nós....
Casa arrumada é assim:

Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.  



Afinal, qual o nosso recado ao mundo? Ou a nós mesmos? Qual o cenário que queremos montar para a nossa vida?

Fotos


Gostou? Conta para a gente a sua opinião.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 motivos para NÃO fazer arquitetura