Pular para o conteúdo principal

Natal criativo - de árvore à calendário

E já que falamos há pouco em hibridismo cultural, um dos maiores casos de trocas entre culturas é a comemoração do Natal. Povos das mais diferentes origens, e alguns até não cristãos, acabam comemorando essa data que se tornou um tanto diferente da origem mais religiosa.

Se formos à origem das comemorações do 25 de dezembro chegaremos às festas pagãs do Deus Sol e obviamente essa data foi assimilada ao mito do Menino de Belém.A verdade é que hoje em dia o Natal é uma festa mundial, comemorada com vários tipos de tradições dos mais variados países e culturas. Tradições essas que vão de árvores enfeitadas à presentes, de calendários do Advento à ceias elaboradas com produtos nem sempre locais. A própria figura do Papai Noel, como a conhecemos hoje, gorducho, sorridente e reluzente em roupas vermelhas tem a sua influência na Coca Cola e a sua brutal penetração no mundo.

Independente de suas origens, pessoalmente acho o Natal uma data linda. O significado de brindar à um nascimento que trouxe uma mensagem de amor e perdão me lembra Vida, me lembra Renovação, me lembra mudança. Eu abstraio a questão comercial porque nessa entra quem quer. E quem pode. Já falei AQUI em como se pode presentear de forma bem criativa e bem mais barata.
Fonte
Uma tradição que conheci faz pouco são os calendários do Advento. Creio que ele é de origem europeia. Embora meu avô tenha nascido na Alemanha o calendário não era feito em nossa casa. Ele é uma maneira de contar o tempo até o Natal. E pelo que entendi pode ter doces, prendas, ou simplesmente ter as datas para que possam ser destacadas. Achei tão lindo! E separei alguns exemplos de como faze-los de maneira bem simples e bem criativa. Esse Noel daí de cima não é uma graça? 

Fonte
O Calendário do Advento também pode ser feito em forma de cartões pendurados em galhos e já simbolizam a própria árvore de Natal. E podem ter mensagens em cada um que as famílias podem ler em conjunto.

Mais ideias de árvores de Natal com calendários podem ser vistas abaixo. Uma simpática árvore feita com prendedores que podem guardar os doces e prendas que vão sendo retirados a medida que os dias vão passando.

Fonte
Fonte
Outras ideias bacanas são empilhar caixotes, desses de feira mesmo, fazendo figuras engraçadas, podem ser pintados, enfeitados com bolas e/ou luzes. E ainda servir de local para guardar os presentes que vão ser abertos no dia apropriado. Que aliás varia de tradição para tradição. Tem gente que os troca na véspera, tem quem o faça no dia 25. E ainda outros povos tinham esse costume no dia de Reis, 6 de janeiro. E justamente porque os presentes remetem aos presentes dos Reis Magos que chegaram ao Menino Deus justamente nesse dia.  
Fonte
Uma ideia bem bacana para montar uma árvore de Natal para quem tem espaços pequenos é fazer ao lado de um espelho. Essa daqui, feita com livros e caixotes, parece bem maior. não é verdade?
Fonte
Uma ideia poderia ser faze-la com os próprios presentes de Natal. E falando neles, que tal pensar no embrulho com carinho? E não precisa gastar uma fortuna em papéis. Um rolo de papel pardo, revistas ou jornais antigos, um tecido colorido e está feita a festa no seu Natal.
Fonte
Outra árvore de Natal super interessante é essa feita de galhos e muitas lembranças. CDs, bolas, cartões com mensagens faz uma celebração toda diferente e muito significativa. Essa é uma ideia que pode se unir ao calendário do Advento se ele for usado nas tiras coloridas da própria árvore.
Fonte
Enfim, Natal é tempo de Festas. Seja por que motivo for que estejam comemorando, as maneiras de faze-lo podem ser muito mais criativas que simplesmente comprar bonecos e enfeites prontos. É um exercício que pode unir a família e se tornar muito mais divertido assim!
Fonte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maior ponte sustentável em madeira conecta pessoas na Holanda

A  província de Groningen, na Holanda é conhecida por ser a capital ocidental do ciclismo . Para unir as localidades de  Winschoten e Blauwestad foi construída a maior ponte sustentável em madeira da Europa, a  ponte Pieter Smit , com 800 metros de comprimento. Ela cruza águas, uma rodovia e uma zona ecológica e possibilita que pedestres e ciclistas as cruzem e acessem por três locais. A construção foi feita com madeira certificada, iluminada por lâmpadas led de baixo consumo. Além disso, houve a preocupação de plantar árvores para que ela não atrapalhasse a rota dos morcegos locais. Outros pássaros também foram lembrados com caixas (na parte de baixo da ponte) e paredes de areia para ninhos. Fonte   Imagens: Blauwestad Nos siga também nas redes sociais Twitter   Flipboard   Facebook   Instagram   Pinterest

John Lautner - um arquiteto que aliou beleza à funcionalidade

Walstrom House Gosto de pesquisar casas com um toque de aconchego e que possam servir de inspiração para futuras residências compartilhadas com amigos , e esta imagem me chamou a atenção no  pinterest . Pensamos em algo no estilo Tiny Houses , mas não descartamos ideias incríveis como as desta casa. Olhando o interior, me apaixonei e fui em busca de mais informações sobre ela e seu autor. Foi assim que descobri John Lautner .   Walstrom House - foto de Jon Buono Esta casa de madeira, batizada de Walstrom House, foi construída em 1969, em Santa Monica, na Califórnia. Seu arquiteto foi  John Lautner , um dos primeiros aprendizes de Frank Lloyd Wright, no primeiro grupo de Taliesin Fellows. Nascido em 1911, e sendo sua mãe, Catheleen Gallagher, desenhista de interiores e talentosa pintora, a teve como influência na sua opção pela arquitetura.  Sua carreira foi marcada por grandes aprendizados. Além do mestre FLW, também manteve parcerias com Samuel Reisbord, Whitney R. Smith e Douglas H

Errar é humano, não resolver é insano

Errei sim. Adoraria dizer que fui perfeita e eficiente a maior parte da minha vida. Mas não seria verdade. Procurei ser, o que me dá um certo crédito.  Mas sempre surgem aqueles momentos em que algo dá errado. Seja no projeto ou na obra.  No projeto, as causas mais frequentes, na minha experiência, são problemas na medição dos espaços e um briefing não muito completo. São etapas fundamentais para o bom andamento de qualquer projeto. Uma das maneiras que procuro agilizar, nas medidas, é buscar o maior número possível de informações sobre o espaço a ser medido. Muitas vezes garimpo fotos de venda e procuro, se não existe planta disponível, fazer uma planta baixa baseada nas fotos. Poucas vezes erro. Mas mesmo assim, ainda me passo nas medidas. São muitos detalhes que devem ser checados, é preciso organização e muitas fotos auxiliando a memória. A entrevista com cliente é outro ponto a ser observado. Muitas vezes quem paga não é o que decide. Observar e entender as dinâmicas das pessoas n

Venha o inferno ou águas altas, a vida tem que ser divertida

"Venha o inferno ou águas altas, a vida tem que ser divertida." Continuo com o mesmo processo de busca de inspirações para escrever no blog: a intuição, o sentimento. Olho, pesquiso e de repente uma imagem me diz alguma coisa. Foi o caso dessa biblioteca no jardim . A primeira coisa que pensei foi: que coisa maravilhosa, queria uma assim para mim!! Quero saber mais quem fez isso!! E cheguei aos arquitetos do  Mjölk Architekti .  Passeei pelo site deles, olhando as obras, procurando mais informações sobre o seu trabalho, sua maneira de ver o mundo. Arquitetura não é isolada da sociedade. Não existe projetar sem escolhas ou posicionamentos. Cada obra é um reflexo das ideias e maneira dos projetista enxergarem o mundo. E por isso mesmo é tão fascinante. Cada desafio é respondido de maneiras diversas por cada profissional. Exatamente por isso, gostei demais das descrições que eles fazem sobre o ser arquiteto:  "O trabalho do arquiteto não é fácil. Ele contém várias operações