Pular para o conteúdo principal

Visita à fábrica verde em Maceió

Participei, juntamente com vários blogueiros, de uma visita à moderna fábrica verde da Coca Cola em Maceió. Ela foi concebida dentro de todos os requisitos para garantir uma certificação LEED, usando conceitos sustentáveis que vão desde a escolha do terreno, passam pelo uso de materiais reciclados e recicláveis, iluminação natural, tratamento e reaproveitamento das águas. Essa preocupação ambiental faz parte dos desafios de sustentabilidade para a indústria. 


Fábrica da Coca Cola em Maceió - foto Elenara Leitão
Me lembro que meu pai, um homem de visão adiante do seu tempo, sempre falava da responsabilidade social das empresas e que os negócios eram bons quando todos ganhavam. Muitos anos depois, ao fazer meu mestrado na Engenharia de Produção tive a oportunidade de conhecer mais a fundo práticas de produção industrial e conhecer conceitos como produção enxuta, sustentabilidade e algo se chamava de relação de "ganha-ganha". E gostei demais dessa ideia de que um bom processo é aquele que serve a todos - produção, fornecedores, consumidores e meio ambiente.


Nessa visita tivemos a oportunidade de ter uma conversa online com o VP da Coca Cola, Marco Simões que nos falou sobre a fábrica, a política da Coca Cola e respondeu perguntas dos blogueiros. Todos bastante curiosos por sinal.


Bate papo com Marco Simões VP da Coca Cola
Um dos conceitos que achei bem interessante foi o do Eu, Nós e o mundo. O Eu é representado pelos cuidados com a saúde (e tenho participado de alguns eventos que a Coca está promovendo visando essa relação das pessoas com o cuidados com a sua saúde). O Nós pelo bem estar social, enfocando o cuidado com os fornecedores e com toda cadeia produtiva. E o Mundo pela responsabilidade com a sustentabilidade ambiental. Nos falou sobre vários programas da empresa de incentivo à reciclagem, seja têxtil, seja com a criação de tecnologias de reutilização de pet nas embalagens. Trabalhos com as cooperativas e também com prefeituras para capacitar para a coleta, citando o exemplo de Itu, em SP, que já conta com 100% de coleta.  
Blogueiros no bate papo com o VP da Coca Cola
Outro dado que me chamou a atenção foi com os cuidados com fontes de água e a preocupação em utilizar cada vez menos água na produção. Disse que a meta é chegar a utilizar 1,5L por cada bebida. Eu tinha lido em um blog que era infinitamente maior e achei bem interessante quando ele disse que a fábrica mais eficiente no mundo é a de Jundiaí que usa 1,35 L. 

Foto : Divulgação
Mas e a planta? A gente chama de planta a fábrica. Todos curiosos para ver a tal de fábrica verde. E o processo de produção de refrigerantes em pet e retornáveis. Mesmo quem não curte refrigerantes deveria um dia visitar as fábricas pela curiosidade de ver aquele maquinário imenso e ver como tudo é feito com a maior eficiência e limpeza. Eu já tinha visitado um chão de fábrica  e ficado fascinada pelo alto grau de automatização. Quer ir também? Se informe no telefone  0800-021-2121


Foto : Divulgação
Nós não pudemos fotografar por questões de segurança, mas um fotografo oficial nos acompanhava e tirou fotos que mostravam a visita.

Foto : Divulgação

    Área de lazer dos funcionários usando material reciclado - paletes e garrafas pet no piso 
Alguns diferenciais da fábrica que a qualificam a ser qualificada com a certificação LEED de acordo com o site da empresa 
  1. Terreno próximo para que os usuários possam ir a pé, de bicicleta ou transporte público reduzindo dessa forma a emissão de gases.
  2. Adoção de grande área plantada no terreno, promovendo, entre outros, gerenciamento mais eficiente das águas pluviais, maior biodiversidade e redução do efeito ilha de calor.
  3.  Cobertura do galpão de produção com cor clara e pé direito alto, diminuindo o efeito “ilha de calor”, em função da maior reflexão solar e também da utilização de telhas com isolantes térmicos, propiciando maior conforto aos colaboradores.
  4. Iluminação natural em todo galpão industrial.
  5. Uso eficiente de água e redução de uso de água potável em necessidades secundárias:
  6. Paisagismo com o uso de plantas nativas ou adaptadas, diminuindo a necessidade de irrigação.
  7. Instalação de equipamentos economizadores de água, como válvulas “Dual-flush” e reuso de água dos chuveiros para as bacias sanitárias e torneiras com temporizadores.
  8. Instalação de sistema de captação e reuso de águas do processo produtivo para a irrigação.
  9. Restrição das instalações consumidoras de energia como ar condicionado e iluminação artificial.
  10. Diversas soluções para a redução de consumo de energia, como tanque de acumulação, baixa Densidade de Potência Instalada de Iluminação (LPDI) e vidros eficientes.
  11. Utilização de gases refrigerantes sem a presença de CFC no bloco industrial. iluminação natural, utilização de telhas translúcidas e sistema de ventilação.
  12. Utilização de materiais locais na construção, diminuindo a distância do transporte e consequentemente a liberação de CO2 na atmosfera.
  13. Instalação de área para captação e gerenciamento de resíduos (reciclagem) na planta do edifício.
  14. Uso de madeira certificada (FSC) garantindo a origem de área de manejo florestal.
  15. Uso de tintas com baixo índice de VOC.
  16. Sistema de monitoramento de CO2 nos ambientes internos, garantindo uma boa qualidade interna do ar.
  17. Equipamentos de controle de poluição, como capachos, instalados nas entradas dos edifícios, reduzindo a entrada de partículas contaminantes.


Blogueiros ao final da visita
Mais visões sobre a visita à fábrica da Solar nos blogueiros abaixo. Recomendo porque cada um tem uma visão diferente e interessante sobre o tema
 Chris do http://inventandocomamamae.blogspot.com @alinekelly do Sustentável 2.0, @andersoncosta do Movebla, @clauchow do Ecodesenvolvimento, @anamariacoelho do Lounge Empreendedor, @renatoguimaraes do Sustenta News, @smiletic do Porque minhas opiniões não cabiam na telinha da TV, @sustentavell do Sustentabilidade Corporativa, @gnsbrasil do Conversas de Cozinha, @daianevv do Vivo Verde, @claudiamidori do Aventuras Gastronômicas, @elfinha Elfinha, @biosustentavel do Autossustentável, @cozinhapequena Cozinha Pequena, @claudiagiane do Bolsa de Novidades, @lucianakotaka do Comportamento Magro, @kitaferreira do Inventando com a mamãe, @regianeDesign do Casa com Decoração, @senalaila do Xô, Bacon, @inagaki do Pensar Enlouquece e@samegui, do A Vida Como A Vida Quer.

Comentários

  1. Oi Elenara, foi uma experiência incrível fazer essa visita. O melhor é ler todos os posts e relembrar de partes que foram importantes em outros pontos de vista. Eu me lembro que também gostei muito do conceito do Eu, Nós e o mundo, mas tinha me esquecido e relembrei aqui no seu post. Eu fiz o meu hoje e coloquei o link de todos os posts sobre a visita. Assim acabo tendo mais conteúdo.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Sabes que eu também adoro ler todos os posts para ver a visão de cada um e com isso eu acrescento tanto na minha! Aprendo com vocês sempre! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns por fazer parte desse seleto grupo que Vive Positivamente com a Coca-cola! Gostei de ler aqui o ponto de vista de engenharia de produção!
    bjs Sandra Portugal www.projetandopessoas.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Transparência e estrutura em madeira na nova loja da Apple na Tailândia

Uma grande árvore em madeira cercada por um fechamento em vidro é a aparência da maior loja da Apple na Tailândia. Projetada pelo renomado estúdio de Foster + Partners foi inaugurada em julho de 2020, em plena pandemia.

Batizada de Apple Central World, a loja tem um diâmetro de 25 metros e sua forma foi gerada por uma curva de Bezier 360 °, uma curva paramétrica usada em computação gráfica. Veja AQUI mais detalhes de como foi feito.

Todos sabemos que a Apple segue o conceito de se diferenciar em inovação e as suas lojas representam esse modo de se posicionar no mercado. Na nova loja asiática são usados 1461 perfis de carvalho branco europeu no revestimento da coluna de suporte do telhado. 


A aparência interna é de um grande tronco que sustenta a copa de madeira em balaço. Uma escada de aço inoxidável serve de conexão para os andares. O prédio tem um fechamento totalmente envidraçado o que permite a visão da cidade e a transparência externa para quem vê o prédio que se mostra e convida ao…

Buhais Geology Park, inspiração em ouriços de 65 milhões de anos

O Buhais Geology Park é um local de magnífica importância pré-histórica e geológica, localizado nos Emirados Árabes Unidos. Há evidências científicas de que foi um mar cerca de 65 milhões de anos atrás. Para expor as coleções de fósseis marinhos e outros objetos relevantes da eras da Pedra, Bronze e Ferro, o escritório Hopkins Architects projetou cinco interessantes espaços circulares, interconectados e que servem para acomodar não apenas as áreas de exposição, mas também várias instalações para visitantes, entre elas um teatro e um café. 


Segundo o site dos arquitetos, a inspiração para a forma dos espaços de exposição foram os ouriços fossilizados. Para não causar muitos danos ao meio ambiente, as edificações "foram projetados como estruturas de concreto pré-fabricado e apenas tocam levemente o solo em discos de fundação de concreto armado in-situ."



As estruturas de concreto são revestidas com painéis de aço coloridos para se adequarem à paisagem. Estes painéis, que dão a ap…

Wave House, debruçada na encosta como ondas no mar

Por onde se olha só se vê "cachotinhos" na Arquitetura. Emoldurados com vários materiais, porta gigantesca, uma que outra mudança, mas na forma quase tudo igual. Cansa, né. Talvez por isso esse projeto todo personalizado tenha me chamado a atenção. É único. Não obedece muitas fórmulas, aproveita uma vista maravilhosa no Rio de Janeiro e se debruça sobre o mar como ondas, a sua inspiração. Projeto de Mareines Arquitetura e Patalano Arquitetura

Um terreno estreito e magnifico, um projeto que aproveita a vista e usa a complexidade da cobertura de vigas curvas de madeira laminada para proteção contra o sol. Pilares de aço galvanizado suportam as vigas. 


Os espaços internos se estendem por quatro pavimentos, belamente decorados e unidos por escadas e elevador, quase todos privilegiando a vista sobre o mar e garantindo a privacidade dos moradores.


Gosto das soluções arquitetônicas que realmente se debruçam sobre o programa, sobre o terrenos e os condicionantes e vai além da receita d…