Pular para o conteúdo principal

Inspiração de espaços - Churrasqueiras

Inspiração da semana. Churrasqueiras. Ou melhor, espaços onde fazer e degustar um belo churrasco.

Churrasco é ritual. Engana-se quem pensa que é apenas almoço ou janta com amigos. É bem mais que isso. 
Começa com a escolha das carnes e elas tem a ver com com quem vai sentar à mesa. O bom churrasqueiro sabe quem come o que, e o quanto come.

O ritual começa cedo. Na preparação do fogo, no tempero da carne. E para isso é preciso que haja uma boa bancada ao lado da boca. Uma que caiba uma boa gamela já serve. A bancada deve ser de material impermeável e resistente aos riscos. Eu gosto do velho e bom granito. Haja facas, espetos, sal grosso, óleos e temperos que respigam. E aí vem outro dado importante. O piso. Nada muito poroso, por favor. Os espetos saem da churrasqueira pingando para a mesa...aí já viu, né. Não vai haver material de limpeza que tire as manchas de graxa.   
O tamanho da boca vai depender do número de convidados. Para quem tem uma turma imensa, uma área idem. Mas digamos que para um número normal de convivas - 4 a 6 casais, uma boca de 80 a 90 cm pode ser bem razoável.

Tem que ter uma boa cuba, nada de economizar no tamanho. Lugar para colocar o carvão. Afinal nem sempre se gasta todo o saco, e ele deve ficar escondido. Os espetos também. Um gavetão pode ser bem útil. E lembre-se que eles devem ser lavados no final da festa - e tal cuba maior pode ser bem útil.
Dica: Aquelas parafernálias de alumínio que vem com as churrasqueiras pré moldadas acabam por ser meio inúteis. Elas ficam feias logo em seguida. E como a gente sempre faz uma moldura na frente, nem dá para colocar a grelha. Portanto, pode tirar sem medo.
Uma boa bancada - tipo bar - é bem bacana, porque churrasquear é algo que se faz em grupo. Nunca conheci quem fizesse um assado para si mesmo...E se tiver espaço para um frigobar, copos, louças e talheres que vão ser usados melhor. Aliás imprescindível. 

Local para lixo - dois (seco e orgânico). E espaço para o churrasqueiro. Ele gosta de ficar na frente do fogo, fiscalizando a carne. Deixe que ele tenha comodidade. Luz interna também é necessário, já que muito assado é feito a noite.  
E um conselho pessoal. Guarde-se para o espeto do churrasqueiro. É aquele que ele reserva para si mesmo. E que vai comer sentado, quando todos já se serviram. Em geral é o melhor pedaço!

leia mais sobre churrasqueiras e veja um vídeo de como fazer uma AQUI

Fotos - Pinterest

Comentários

  1. Boa noite,

    Parabéns pelo artigo! Ter uma churrasqueira em tijolo em casa é desfrutar do convívio com os amigos e familiares. Além disso, pode confeccionar novos pratos.

    ​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​A Greslar está localizada na zona centro do País, em Boialvo, próximo da cidade de Anadia (Portugal).

    A laborar desde os anos 80, desde muito cedo iniciou a produção de cerâmica rústica. Presentemente a Greslar tem duas áreas de negócios, uma de tijolos (produtos) para o fabrico de lareiras, adegas, espaços exteriores, varandas, piscinas, chaminés, garrafeiras, fornos e churrasqueiras, complementada com a comercialização de barro refractário, argamassa refractária e cimento refractário e outra para decoração de lareiras e de interiores (Construção) com toque rústico. Também estamos habilitados a fabricar produtos cerâmicos específicos de acordo com a solicitação do cliente.

    Vendemos para todo o país, continente e ilhas, e exportamos para alguns países do espaço Europeu e Norte de África. Os armazenistas de materiais de construção e empreiteiros/construtor civil são os nossos principais clientes.

    CATÁLOGO:

    http://issuu.com/greslar/docs/catalogo_2012_greslar
    http://www.slideshare.net/Greslar/catalogo-2012-greslar

    ● Tijolo Maciço
    ● Tijolo Refratário
    ● Tijolos Prensados
    ● Tijolos não Prensados
    ● Tijolos Curvos
    ● Tijolos Cunha ao Baixo (Maciço)
    ● Lares Maciços para Fornos
    ● Lares Prensados para o chão, piscinas, varandas
    ● Tijolos Face à vista
    ● Tijolos Boleados (Peitoril, degrau,
    ● Tijolos Furados | Tijolo Furado Face à Vista | Tijolo Furado Boleado
    ● Tijolos Rústicos
    ● Tijolo Dentado | Tijolo Dentado Boleado
    ● Tijolo Moldura
    ● Tijolo Frisado
    ● Tijolo Remate
    ● Tijolo Remate | Tijolo Remate Recto | Tijolo Remate direito | Tijolo Remate Boleado
    ● Tijolo Alheta | Tijolo Alheta Dupla
    ● Tijolos Decorativos
    ● Tijolo Murete Boleado
    ● Tijolo Burro
    ● Tijolo Canto Completo
    ● Tijolo Cunhas
    ● Tijolo Semi-Refractário
    ● Tijoleira Rústica
    ● Tijolo Paver Cerâmico
    ● Tijolinhos Rústicos/Decorativos (Face Larga Vista/Boleado/Boleado com topos/com garras/recto/coluna/remate/
    moldura/sapatas
    ● Barro Para calor/Refractário (Marca Greslar)
    ● Argamassa Refractária (Marca Greslar)
    ● Cimento Refractário (Electroland e Isidac 40)

    Várias medidas e diferentes formatos
    Cores: Branco, Semi-Branco, Vermelho, Castanho e Castanho Envelhecido

    www.greslar.pt
    www.facebook.com/greslar

    Cumprimentos,
    Greslar

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

10 ideias para adiantar o Natal

Quando tinha uns dez anos (faz tempo...) fiz um trabalho escolar de arte e propaganda. Minha ideia foi um Papai Noel adiantado, que vinha pela metade do ano para aproveitar um xis produto que não lembro qual era. Meu pai, como todo pai babão, super me elogiou e nunca esqueci por isso. Nem lembro a nota que tirei na escola. Naquela época, década de 60, o Natal começava em dezembro. Meados de dezembro. Quando eu iria imaginar que estava sendo profética e que talvez, daqui uns tempos, o Natal nem passe. Emende com outras festas. Agora já convive o tal de ralouin que é em outubro.



Natal me lembra luz. Um paradoxo entre verão, calor e imagens de muita neve e comidas quentes. Me lembra canela, bolachinhas alemãs que minha mãe fazia e que eu podia cortar as massinhas e ajudar a confeitar. Árvore sendo montada e presépio

Separei dez ideias que achei bem bacanas de enfeites e árvores que podem ser montadas de forma simples e bem criativa.


1- Do blog da Renata Tomagnini achei estas charmosas dob…

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Robôs no lugar de operários na construção civil. Não é futuro

Ao ler uma reportagem sobre os canteiros de obras sem operários e sobre as inovações na execução na construção civil, não posso deixar de lembrar da célebre foto de Charles C. Ebbets de 1932. Operários comendo tranquilamente sobre uma viga no 69º andar das obras do GE Building, em Nova York. Montagem (o que parece não ser) ou verdade, a imagem nos dá calafrios ao imaginar construções sem o mínimo aparato de segurança. 

Pensar que, menos de cem anos depois desta foto, estaremos debatendo não apenas construções mais gigantescas que as do início do século XX, mas a utilização de aparatos de robotização em projetos e execução que saem cada vez mais do campo da ficção para a realidade.

Contar com drones nos canteiros de obras, conectados à tablets ou smartphones, não apenas facilita como agiliza os serviços que antes contavam apenas com trabalho humano braçal. E muitas vezes com a sorte já que se localizam em locais mais inacessíveis ao olhar.
Segundo o artigo citado no primeiro parágrafo, &q…