MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Tecnologia de demolição gera sua energia

Embora considere a precoce demolição de muitos prédios um grandes desperdício de recursos, percebo que para a economia investidora muitas vezes essa é a alternativa mais econômica para renovar seus investimentos.

O colega Oscar Muller mais uma vez me deu essa dica de como uma empresa japonesa está uma nova tecnologia para demolir arranha-céus. Para nós, que nos acostumamos a espetaculares implosões, parece surreal que um enorme prédio possa ser demolido andar por andar. Pois a Taisei Corporation desenvolveu uma tecnologia chamada de Tecorep, usada para "diminuir"prédios de grande altura. Eles sugerem que usar essa técnica em edifícios de mais de 100 metros é natural e ecológica.






Fonte
Fonte
Eles começam retirando tudo de dentro do edifício, incluindo revestimentos. Teoricamente isso tudo pode ser reaproveitado. Usando guindastes que geram energia elétrica com o seu movimento, eles vão removendo a estrutura andar a andar, com um redução da emissão de carbono da ordem de 85 por cento. Ou seja, é limpo, reutiliza o que sai do prédio, não causa barulho nem sujeira como uma implosão e quase poderia passar desapercebido na vizinhança, como se vê em um dos videos abaixo. Além de gerar sua própria energia!  
Veja AQUI uma apresentação do sistema em um congresso.   
Leia mais AQUI sobre esse processo

Fonte do video - BBC Brasil 

Japoneses criam técnica de demolição que 'encolhe' prédios

Fonte : Luis Nassif

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros