MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Sustentabilidade, mais que um estilo

“As 3 principais vertentes da sustentabilidade – ambiental, social e econômica – impulsionaram a renovação e a consolidação da própria arquitetura. O projeto ecológico converteu-se no maior motor de regeneração da arquitetura ao longo de 1990. Os preceitos fundamentais da arquitetura foram abalados por correntes ecológicas que influenciam todos os aspectos da construção, desde a engenharia da edificação até o projeto e os espaços internos ou a especificação de materiais construtivos. Embora seja possível considerar a arquitetura sustentável um estilo, pois as edificações ecológicas são facilmente identificáveis, o projeto ecológico é muito mais que um simples estilo. Trata-se de uma reordenação fundamental dos princípios básicos de projeto e tecnológicos, consistindo, portanto, em uma nova configuração de todos os elementos essenciais da arquitetura.” (extraído do livro O guia básico da sustentabilidade, p. 48, Brian Edwards). 

Diria que um projeto de edificação ecológica tem tudo a ver com a velha e boa Arquitetura, aquela que pensava o entorno, levava em consideração a tecnologia e materiais existentes no local, se adequava às condições ambientais e culturais do local mais do que às modas tecnológicas ou estilos em voga. 

Leia mais sobre sustentabilidade em edificações nos links abaixo que falam sobre sustentabilidade e inovação na habitação popular, nas edificações em geral e uma reportagem sobre casa sustentável

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros