MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Vidro na arquitetura e na decoração

Cada vez que recebo os informativos com os trabalhos de Paulo Vergueiro fico encantada com a beleza de seu trabalho. É um resultado ímpar usando um material que em tudo me fascina.

O vidro já era utilizado desde a antiguidade, sabe-se que escavações já encontraram peças em vidro desde 2700 a.C. Os egípcios aprimoraram a sua confecção e o usavam para embalagens e recipientes de cosméticos. 

Era necessário um esforço grande para sua confecção naqueles tempos e mesmo assim o resultado não era lá muito refinado. Foi com descoberta da técnica do sopro na Síria e Alexandria que a indústria do vidro começa a se expandir.

O vidro também pode ser utilizado de forma bastante criativa na arquitetura, como mostra esse projeto dos arquitetos italianos Carlo Santambrogio e Ennio Arosio , uma casa quase que inteiramente de vidro.No seu site podemos ver mais exemplos de edifícios de vidro e mobiliário (belíssimo) também nesse material.

Embora bela, esteticamente, ela carece de uma das funções de nossos abrigos modernos: a privacidade. Sem contar que nos trópicos necessitaria de um refrigeração que está em desacordo com nossa necessidade de racionalizar energia. Mas com criatividade arquitetos conseguem soluções como nesse edifício chileno, onde os arquitetos criaram uma pele de vidro sobre a parte central, atendendo assim ao desejo do cliente.

Torres Siamesas - Chile

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros