MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Se eu pudesse...

...dizer numa só palavra quem é a Elenara, diria...


Sensibilidade!


Talvez por gosto mais até do que por profissão, seu olhar toca os segredos das almas, materializa sonhos, descobre belezas e as transforma em carinhos, palavras, presença, companheirismo, compreensão, amizade, amor!

Abraça o mundo com afetuosidade, sem fronteiras...

Num "clique" ( da máquina, vez por outra do teclado ) faz transbordar "vida", imagens de sua própria existência desnudando sua palavra única!

Acompanhar sua trajetória é um aprender contínuo de dedicação, amplitude, serenidade - qualidades essas que embalam pessoas dos mais diversos recantos do mundo.

Amante das artes, da natureza, da singularidade do ser humano, das letras e da "telinha", nas suas expressões encontra ninho e acolhida, refúgio e encantamento, afagos e respostas, doação e entrega!

Sua sensibilidade ultrapassa o comum, diáfana, translúcida, segue pela vida espalhando luz e harmonia.

Se eu pudesse dizer numa só palavra de todo o carinho que tenho por ela, talvez apenas lhe sorrisse, lhe desse as mãos e sentasse à grama verde, ao seu lado, em silêncio, porque às vezes mais vale sentir do que falar! 




Esse texto maravilhoso eu recebi de minha querida prima Heloisa, uma pessoa de sensibilidade ímpar, mestra das palavras e do Viver com verdade. Hoje é dia do meu aniversário e recebi presentes na forma mais bela que se pode receber: carinho das pessoas. Palavras que me abastecem para muitos e muitos dias, e me fazem sentir que tudo vale a pena. De verdade.

Hoje estou feliz.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros