MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Obra


Após contratar o arquiteto(a) e juntos, acertarem o projeto, começa a parte mais interessante: A OBRA.
No início você chega todo feliz e mesmo vendo aquela demolição, tudo bem...é por uma boa causa.
Mas passa o tempo, o dinheiro sai e você só vê cali
ça saindo e parede sendo quebrada. E pó...muito pó. A faxineira se mandou e disse que só volta no final da obra.

E aí começa a fase do JAQUE. Já que estamos quebrando, quem sabe mudamos também o banheiro ? Já que....

Aos poucos uma luz aparece no fim do túnel.
O piso, os acabamentos. E mais gastos. Mas os resultados começam a aparecer. Agora você inicia a compreender realmente o projeto que o arquiteto(a) apresentou com tanto entusiasmo. Os vizinhos vem espiar e elogiam. Você não vê a hora da inauguração. E de parar de gastar.....

As luminárias, os móveis, tudo vai se encaixando no lugar e eis que surge um novo espaço no lugar daquele velho.

E daí você feliz, já pensa na próxima obra...

Fotos: Residência Maltz - projeto e execução Arq. Elenara Stein Leitão

Recomendações profissionais:

  • Reveja com o seu arquiteto(a) todos os pontos do projeto para que não haja surpresas na execução. É barato refazer no papel ou no computador, mas sai bem mais caro na obra. Sem contar que o resultado pode não ser o sonhado.
  • Em áreas molhadas, cheque os encanamentos se já tiver alguns anos de uso. E se for possível deixe uma inspeção em colunas de água e esgoto para evitar futuras quebras.
  • Compre o material cerâmico com uns 5 a 10% de quebra para eventuais reparos futuros.
  • Se você for fazer muitas frituras (o que não é saudável) use revestimento cerâmico na cozinha. É mais lavável.
  • Pense em colocar muitas tomadas na cozinha, sempre cuidando com a carga elétrica.
  • Ao escolher fornecedores, não leve em consideracão apenas o preco, mas as recomendações de trabalhos realizados e clientes satisfeitos. De preferência, não pague nada antes do fornecimento. E deixe os itens bem claros no orçamento.
 Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Curta no Facebook  Assine no Flipboard
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros