Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2012/11/19

Nossa relação com os objetos. Acumular demais...

Fonte
Acumuladora. Eu sou uma assumida. Tenho dificuldade de colocar recordações fora. Já fiz várias coleções: postais, cartas, elefantes (os de enfeite!), miniaturas de perfumes....

Tenho um sonho recorrente em várias épocas de minha vida onde vou ter que partir, sem volta, e tenho que escolher o que levar. Isso sempre me causou angústia, era quase um pesadelo. Escolher o indispensável e deixar o acúmulo sempre me foi difícil.

Obviamente minhas casas não são minimalistas. Meus espaços refletem essa minha personalidade. As paredes são cheias, as mesas também. Mas...

E quando isso deixa de ser uma característica para virar uma patologia ? Isso tem um nome: Em inglês Hoarding (Colecionismo) é definido como "a compra compulsiva, adquirir, pesquisar e salvar de itens que têm pouco ou nenhum valor". 


Fonte
Acima vemos uma exposição que mostra o que foi encontrado em uma casa de quem sofria desse problema. A própria definição de guardar coisas consideradas sem valor para a maioria das pessoas já difere das coleções. A organização também. Lógico que para a pessoa acumuladora compulsiva os objetos tem valor. Ela necessita deles e há várias explicações (carência, pais rígidos, privação em alguma época da vida).     

Fonte
Eu já tive oportunidade de conhecer um caso desses. É inimaginável conceber que pessoas possam viver no meio do lixo. Mas nesse caso, nem esse era descartado. Foi mais ou menos como o caso dos Irmãos Collyer que foram encontrados mortos no meio de montanhas de objetos, um deles esmagado.  Portanto é bom ficar atento aos sintomas para alertar a si mesmo ou a outros que possam vir a desenvolver a patologia.

Vejam abaixo alguns comportamentos que podem indicar uma predisposição para ser um acumulador compulsivo que é uma forma de transtorno. 

  • Incapacidade de jogar fora objetos
  • Muita ansiedade ao tentar descartar itens
  • Dificuldade de organozação desses objetos (o que difere do colecionador)
  • Não saber onde colocar ou que manter 
  • Sentir vergonha ou angústia por manter esses objetos 
  • Suspeitar de que outras pessoas estejam manipulando seus objetos
  • Pensamentos obsessivos e ações: o medo de ficar sem um item ou de precisar dele no futuro
  • Verificar o lixo para procurar objetos descartados acidentalmente
  • Deficiências funcionais, incluindo a perda de espaço de vida, o isolamento social, a família ou a discórdia conjugal, dificuldades financeiras, problemas de saúde
Fonte
Muitos desses traços podem ser encontrados em quem acumula não apenas objetos. Pensem nos viciados em informação e/ou interação em redes sociais ou internet. Tudo o que passa do limite de nossa vontade e que não conseguimos administrar acaba por ser considerado um problema em nossas vidas. 

Leia mais
Será que meu pai é um acumulador compulsivo?
Hoarding ou acumulador compulsivo saiba mais
Mais sobre hoarding
Setores responsáveis pelo tratamento - SUS

PS: Esta postagem nasceu de uma conversa com a Samantha Shiraishi que me alertou sobre a gravidade e importância de falar sobre isso. Obrigada Sam!


Irmãos Collyer / Collyer Brothers from Alfeu França on Vimeo.

Comentários
3 Comentários

3 Opiniões:

Bem explicativo o video.Realmente o acumulo de coisas sem uma finalidade,simplesmente pelo fato de guardar,acumular quantidade de tralhas, caracteriza um comportamento doentio.Um disturbio de personalidade que tende a tornar-se mais grave a medida que o tempo vai passando e outras doenças senis se agregam a este, a medida que o sujeito envelhece,tornando-0 mais impotente para libertar-se e começa a piorar Vejo de extrema importancia a familia ,nestes casos que deve estar atenta as manias do idoso
e verificar até que ponto o comportamento é considerado "normal" e quando começa a demonstrar patologia.Parabéns pelo texto,realmente é um alerta a sociedade,poucos são os que se detem nestes casos.Passa despercebido, por ser confundido com mania.

Não sei se você conhece, mas existe uma série muito boa de documentários chamado Hoarders, que acho que no Brasil foi traduzido para "Acumuladores" mesmo. É um problema realmente assustador.

Amiga, vi um caso da pessoa ocupar a garagem com tralhas e o carro ter que ficar na rua.

Eu também preciso me policiar. (lembrando do feng shui sobre energia que não circula não faz bem)

Excelente Semana!

bjks

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More