Pular para o conteúdo principal

Nossa relação com os objetos. Acumular demais...

Fonte
Acumuladora. Eu sou uma assumida. Tenho dificuldade de colocar recordações fora. Já fiz várias coleções: postais, cartas, elefantes (os de enfeite!), miniaturas de perfumes....

Tenho um sonho recorrente em várias épocas de minha vida onde vou ter que partir, sem volta, e tenho que escolher o que levar. Isso sempre me causou angústia, era quase um pesadelo. Escolher o indispensável e deixar o acúmulo sempre me foi difícil.

Obviamente minhas casas não são minimalistas. Meus espaços refletem essa minha personalidade. As paredes são cheias, as mesas também. Mas...

E quando isso deixa de ser uma característica para virar uma patologia ? Isso tem um nome: Em inglês Hoarding (Colecionismo) é definido como "a compra compulsiva, adquirir, pesquisar e salvar de itens que têm pouco ou nenhum valor". 


Fonte
Acima vemos uma exposição que mostra o que foi encontrado em uma casa de quem sofria desse problema. A própria definição de guardar coisas consideradas sem valor para a maioria das pessoas já difere das coleções. A organização também. Lógico que para a pessoa acumuladora compulsiva os objetos tem valor. Ela necessita deles e há várias explicações (carência, pais rígidos, privação em alguma época da vida).     

Fonte
Eu já tive oportunidade de conhecer um caso desses. É inimaginável conceber que pessoas possam viver no meio do lixo. Mas nesse caso, nem esse era descartado. Foi mais ou menos como o caso dos Irmãos Collyer que foram encontrados mortos no meio de montanhas de objetos, um deles esmagado.  Portanto é bom ficar atento aos sintomas para alertar a si mesmo ou a outros que possam vir a desenvolver a patologia.

Vejam abaixo alguns comportamentos que podem indicar uma predisposição para ser um acumulador compulsivo que é uma forma de transtorno. 

  • Incapacidade de jogar fora objetos
  • Muita ansiedade ao tentar descartar itens
  • Dificuldade de organozação desses objetos (o que difere do colecionador)
  • Não saber onde colocar ou que manter 
  • Sentir vergonha ou angústia por manter esses objetos 
  • Suspeitar de que outras pessoas estejam manipulando seus objetos
  • Pensamentos obsessivos e ações: o medo de ficar sem um item ou de precisar dele no futuro
  • Verificar o lixo para procurar objetos descartados acidentalmente
  • Deficiências funcionais, incluindo a perda de espaço de vida, o isolamento social, a família ou a discórdia conjugal, dificuldades financeiras, problemas de saúde
Fonte
Muitos desses traços podem ser encontrados em quem acumula não apenas objetos. Pensem nos viciados em informação e/ou interação em redes sociais ou internet. Tudo o que passa do limite de nossa vontade e que não conseguimos administrar acaba por ser considerado um problema em nossas vidas. 

Leia mais
Será que meu pai é um acumulador compulsivo?
Hoarding ou acumulador compulsivo saiba mais
Mais sobre hoarding
Setores responsáveis pelo tratamento - SUS

PS: Esta postagem nasceu de uma conversa com a Samantha Shiraishi que me alertou sobre a gravidade e importância de falar sobre isso. Obrigada Sam!


Irmãos Collyer / Collyer Brothers from Alfeu França on Vimeo.

Comentários

  1. Bem explicativo o video.Realmente o acumulo de coisas sem uma finalidade,simplesmente pelo fato de guardar,acumular quantidade de tralhas, caracteriza um comportamento doentio.Um disturbio de personalidade que tende a tornar-se mais grave a medida que o tempo vai passando e outras doenças senis se agregam a este, a medida que o sujeito envelhece,tornando-0 mais impotente para libertar-se e começa a piorar Vejo de extrema importancia a familia ,nestes casos que deve estar atenta as manias do idoso
    e verificar até que ponto o comportamento é considerado "normal" e quando começa a demonstrar patologia.Parabéns pelo texto,realmente é um alerta a sociedade,poucos são os que se detem nestes casos.Passa despercebido, por ser confundido com mania.

    ResponderExcluir
  2. Não sei se você conhece, mas existe uma série muito boa de documentários chamado Hoarders, que acho que no Brasil foi traduzido para "Acumuladores" mesmo. É um problema realmente assustador.

    ResponderExcluir
  3. Amiga, vi um caso da pessoa ocupar a garagem com tralhas e o carro ter que ficar na rua.

    Eu também preciso me policiar. (lembrando do feng shui sobre energia que não circula não faz bem)

    Excelente Semana!

    bjks

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós !

Postagens mais visitadas deste blog

13 ideias para quem ama gatos

Há pouco passou uma sexta feira. Era 13. Gosto das sextas feiras. Gosto do 13. Gosto dos gatos. Gosto dos gatos pretos, esses que tanto foram perseguidos como companheiros de bruxas.

Gatos são da casa -repetem como mantra os que não conhecem os gatos. Os gatos são deles mesmos. E de quem os conquistar. Ou de quem eles resolverem amar. 

Amor de gato é diferente do amor de cão. E não menos dramático. Gatos não toleram atrasos. Não aceitam menos que a nossa entrega. De preferência sem muito chamego, a não ser na hora que desejam. 

Gatos são hedonistas por natureza. Existem para viver com languidez e serem acariciados. Mimados. Paparicados. Gatos são aristocratas. Mesmo que revirem latas de lixo. 

Desconfiem da humildade felina. Ao primeiro toque de boa vida, se tornam preguiçosamente orgulhosos.   
“Um gato vive um pouco nas poltronas, no cimento ao sol, no telhado sob a lua. Vive também sobre a mesa do escritório, e o salto preciso que ele dá para atingi-la é mais do que impulso para a cultu…

Ideias simples que ajudam muito

Muitas vezes a gente fica pensando em soluções mirabolantes para a casa da gente e esquece de ideias simples que ajudam bastante. Reuni algumas delas aqui

Uma gaveta bem colocada na lavanderia auxilia muito a tarefa de colocar as roupas na máquina.  Procure soluções que forneçam apoio para bacias, para cestos e simplifiquem sua vida nas tarefas de limpeza da casa. Aproveite espaços que ficariam sem uso. Essas práticas gavetas para guardar esponja e sabão são um exemplo.
Outra ideia de aproveitamento de espaço inútil. A área ao lado e na frente das cubas. Vejam que foi usado material impermeável e assim podem ser guardados os utensílios de lavar louça que são molhados. 
Usar porta toalhas em portas ajuda na organização.

Um lugar para cada coisa, cada coisa em seu lugar. Na hora de cozinhar é preciso achar com praticidade tudo o que se precisa. Uma boa solução é fazer um gavetão para esses utensílios e dispô-los em locais práticos e de fácil acesso.  Pratos podem ser colocados para sec…

Coifa, exaustor ou depurador? Saiba qual é a melhor opção para a sua cozinha.

Quem já não passou por isso: Você está cozinhando e quando nota tem fumaça por todo lado, muito calor, além do cheiro da comida se espalhando por outros cômodos da casa. Isso acontece principalmente quando fritamos algum alimento. Para evitar situações como essa, existem depuradores, exaustores e coifas. Mas você sabe o que cada um faz e qual o melhor para o seu tipo de cozinha?

Confira a diferença entre eles e veja o que melhor se adéqua a sua necessidade:

CoifaA coifa tem como função sugar o ar, filtrá-lo e expeli-lo para fora da cozinha por meio de tubos de saída que podem ser instalados no teto, em paredes ou em forros. Ela elimina não somente a gordura e outros odores do ambiente, mas também “renova o ar” da sua cozinha.
Dependendo de onde está localizado o fogão, você pode optar por coifas de parede ou em formato de ilha, que ficam no centro da cozinha. Atualmente, existem coifas para todos os gostos e com designs bem modernos que se adaptam a qualquer tipo de decoração.

Recomenda-…

Círculo da Vida - arquitetura viva

Imagine uma série de construções que sigam o ciclo da natureza de vida, que possam crescer, florescer e fenecer como qualquer organismo vivo. É a ideia por trás da Arquitetura Viva ou botânica construtiva como alguns chamam. Falei sobre este conceito em Arquitetura Orgânica.
E enquanto pesquisa o site dos arquitetos do Obvious Avoid (falei sobre eles na postagem sobre ensinar crianças a pensar como arquitetos) encontrei essa proposta do Círculo da Vida que eles mesmos descrevem como "uma coleção de construções sustentáveis ​​feitas para celebrar a arte, a natureza e a ciência. "
Através de um centro de aprendizado a ser feito em uma floresta mexicana, as pessoas poderiam participar e compreender a natureza em todos os seus processos, tanto de vida como de morte. E onde o local não será apresentando como uma proposta fechada, mas como um processo em crescimento natural.
Os sete passos do ciclo proposto são:
Encontrar e recolher árvores caídasConfeccionar produtos de madeiraUsar p…