Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

11.11.08

Batida do ponto


Quem é Porto Alegrense sabe que a época da Feira do Livro é aguardada com ansiedade. Um mês antes se adia a compra de livros, esperando pelas barracas da Praça.
Desde que me conheço por gente compareço à Feira do Livro. Como essa é a 54ª, e eu comecei a ir com uns cinco anos, eu devo ter estreado nelas pela 8ª ou 9ª edição. Era uma festa! Ganhei minha coleção do Monteiro Lobato assim.

A Arte de Ler
O leitor que mais admiro é aquele que não chegou até a presente linha. Neste momento já interrompeu a leitura e está continuando a viagem por conta própria.Mário Quintana

Nesse ano não podia ser diferente. Em geral tiro um dia especial para as compras. De preferência no começo da tarde e em dias ensolaradas que é para acirrar o clima de festa. Não procurei pechinchas em balaios esse ano. Já percebi que a alguns anos elas não são mais AQUELE achado especial. Melhor mesmo comprar os livros que queremos, e esses estão caros...Livros são caros nesse país de poucos leitores. E ver a magia que eles exercem nas pessoas em plena praça, ao alcance das mãos, gera uma inquietude interna. Como faltam bibliotecas que permitam a leitura.... Porque por mais que a Internet nos coloque em contato com as novidades, nada como folhear um livro. A viagem mental que fazemos é inigualável.

Cartaz para uma feira do livro
Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem.Mário Quintana

Saí de lá carregada (10 livros!), mãos lotadas e coração leve. Leituras me aguardam.
Minhas compras: A Cor no processo criativo, Desenho Universal, Mente Criativa e Dewey, um gato entre livros. Não achei ainda Arquitetura e Filosofia e Um Toque na Estrela. Os outros ? Livros de história do Rio Grande do Sul, predileção da família.

Com o passar dos anos me tornei um pouco mais seletiva ao comprar livros, ou foi o bolso que pesou mais. Mas ainda guardo a volúpia de possuir livros, de tê-los ao alcance da mão, folhear e não necessariamente ler todos. Mas saber que estão ali, na minha estante, me esperando para a hora em que precise deles.

Citação
De um autor inglês do saudoso século XIX: "O verdadeiro gentleman compra sempre três exemplares de cada livro: um para ler, outro para guardar na estante e o último para dar de presente."Mário Quintana

Comentários
3 Comentários

3 Opiniões:

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More