Pular para o conteúdo principal

Decisões de projeto: pense na manutenção

Entre as decisões de projeto que devemos levar em consideração, uma é fundamental: a escolha não apenas pelas qualidades imediatas, mas também nas consequências a médio e longo prazo. A tal da manutenção.

Na hora do projeto e da escolha dos revestimentos é como namoro. Tudo é paixão e encantamento. Mas a realidade é que a convivência com as nossas escolhas é como casamento. Há que enfrentar as realidades cotidianas. E elas nem sempre são tão fáceis de contornar.

Meu primeiro exemplo prático do que estou falando foi numa das primeiras casas que projetei. Estava no auge usar essas esquadrias de vidros pequenos quadriculados. Lindos!!!! E terríveis para quem limpa...Tudo bem se você tem um bolso avantajado e pode pagar um bom serviço de manutenção. Mas se não for o caso, sugiro pensar bem antes de usar essa solução.
Fonte
Panos gigantescos de vidro! Amo! Quem não???? E tetos de vidro (ou policarbonato)???? Maravilha!!! Com a poluição que vivemos em nossas cidades, a recomendação de lavar a cada mês, talvez seja pouco. Pense nisso. O efeito do dia a dia nem sempre é tão bonito como o que aparece nas fotos dos sites de decoração.

Paredes verdes e árvores ao redor só aumentam a beleza. E a sujeira a limpar. Aliás, se tiver árvores ao lado da casa, pense bastante na solução do telhado. Se usar calhas, elas correm o risco de sujar com folhas e não dar conta das águas.... 
Fonte
Pratos e objetos nas paredes? Amo. Já falei sobre como renovar as paredes com eles. Mas acumulam pó. Muito pó. Palavra de quem vive essa realidade. Esses dia vi um painel divino de prato de coleção em uma revista de decor. De encher os olhos de puro amor. E lágrimas na hora de limpar....Fiquei pensando em como operacionalizar isso: talvez por partes. É uma ideia.  
Fonte
Madeira nos banheiros já não é problema. E nem precisa dos vernizes navais e similares. Basta escolher entre uma centena de materiais impermeáveis que imitam a madeira com perfeição. Mas o espelho....

Em um lavabo, sem box, eles funcionam melhor se forem aplicados em toda a parede. Ficam livres da umidade e do embaçamento que a água quente costuma deixar. Tá, eu sei que não é saudável tomar banho com água escaldante e nem é sustentável ficar horas debaixo da ducha. Mas em um inverno de temperaturas super baixas, quem nunca???? (sempre há a solução de usar um desembaçador, mas normalmente ele fica restrito à uma área do espelho) 

E a limpeza??? E entrar em um banheiro e ver aqueles rastros de água que. quando secos, ficam marcados como cicatrizes???? Se para você tudo bem, vai firme. Se não, pense duas vezes...

E nos banheiros sugiro também pensar na manutenção dos canos. Vai que dê um problema e precise mexer atrás do vaso....
Fonte
Paredes verdes em banheiros. Lindo. Sempre pensei em usar nos meus. Nunca fiz exatamente por pensar em como deixar com essa cara de mostra de decoração. Usar plantas artificiais. Uma boa solução. Eu não gosto muito por isso nunca optei por elas. 

Plantas precisam de algumas condições de luz e ventilação. Se informe sobre elas para analisar a viabilidade do seu jardim no banheiro. (Vale para a cozinha também). 
projeto de Adriana Baccari e Ana Lúcia de Castro e Silva - Morar mais por Menos ( Vitória)
Painéis 3D. O queridinho de 99,9% dos arquitetos de hoje (eu sou o 0,01 que falta para fechar a conta). Daqui uns anos vamos saber em que época os espaços foram decorados, analisando os painéis de revestimento. É batata. Décadas são marcadas por eles. Posso dizer com certeza a idade de um imóvel vendo os azulejos e decoração originais. Nunca falha.

Os painéis são bonitos (tem quem ache. eu na verdade acho cansativos, mas tudo bem, é questão de gosto pessoal). Mas eles acumulam poeira nas saliências. E a louca da faxina aqui fica possessa com sujeira. Mentira minha, não sou não. Mas que fica feio um ambiente todo lindinho com poerinha nos cantos, isso fica. Sim, há impermeabilizantes. Eles facilitam o uso do paninho para limpar. Mas quem passa o paninho????? A louca da faxina aqui não tem paciência não. Você tem?

Fonte
Falei brincando em muitas coisas, mas são decisões que se toma na hora de decorar um espaço que devem ser pesadas. Seja você arquiteto ou usuário. É como comprar um lustre DIVINOOOOOO mas que na hora de trocar a lâmpada tem que chamar auxílio. E com a vida corrida de hoje, há que se pensar em facilidades, não concordam?

Em suma: isso faz parte do PLANEJAMENTO.

OBS: as imagens foram retiradas da internet e são apenas referências para a postagem. São todos projetos lindos, que encantam aos olhos e fiz algumas observações que não são exatamente sobre eles.  

Leia também: o que saber antes de fazer a sua reforma

Nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 ideias para adiantar o Natal

Quando tinha uns dez anos (faz tempo...) fiz um trabalho escolar de arte e propaganda. Minha ideia foi um Papai Noel adiantado, que vinha pela metade do ano para aproveitar um xis produto que não lembro qual era. Meu pai, como todo pai babão, super me elogiou e nunca esqueci por isso. Nem lembro a nota que tirei na escola. Naquela época, década de 60, o Natal começava em dezembro. Meados de dezembro. Quando eu iria imaginar que estava sendo profética e que talvez, daqui uns tempos, o Natal nem passe. Emende com outras festas. Agora já convive o tal de ralouin que é em outubro.



Natal me lembra luz. Um paradoxo entre verão, calor e imagens de muita neve e comidas quentes. Me lembra canela, bolachinhas alemãs que minha mãe fazia e que eu podia cortar as massinhas e ajudar a confeitar. Árvore sendo montada e presépio

Separei dez ideias que achei bem bacanas de enfeites e árvores que podem ser montadas de forma simples e bem criativa.


1- Do blog da Renata Tomagnini achei estas charmosas dob…

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Robôs no lugar de operários na construção civil. Não é futuro

Ao ler uma reportagem sobre os canteiros de obras sem operários e sobre as inovações na execução na construção civil, não posso deixar de lembrar da célebre foto de Charles C. Ebbets de 1932. Operários comendo tranquilamente sobre uma viga no 69º andar das obras do GE Building, em Nova York. Montagem (o que parece não ser) ou verdade, a imagem nos dá calafrios ao imaginar construções sem o mínimo aparato de segurança. 

Pensar que, menos de cem anos depois desta foto, estaremos debatendo não apenas construções mais gigantescas que as do início do século XX, mas a utilização de aparatos de robotização em projetos e execução que saem cada vez mais do campo da ficção para a realidade.

Contar com drones nos canteiros de obras, conectados à tablets ou smartphones, não apenas facilita como agiliza os serviços que antes contavam apenas com trabalho humano braçal. E muitas vezes com a sorte já que se localizam em locais mais inacessíveis ao olhar.
Segundo o artigo citado no primeiro parágrafo, &q…