Pular para o conteúdo principal

Se as paredes falassem......

Paredes falam de histórias nossas. Já entrou em um local e sentiu algo bom, uma energia que dá vontade de ficar e ficar? Ou ao contrário? Já se sentiu afugentado porque o clima é pesado? Energias...

Mesmo que não sejamos místicos ou crédulos em algo diferente do palpável, energia é força física, se explica ao mais reticente dos seres humanos. 

E se essa energia nos falasse? O que diriam de nossos sonhos, de nossas lágrimas, de nossas bravatas? 
Falariam dos livros que lemos, das forças que já não temos, das brincadeiras que fazemos? Falariam dos projetos, da organização, dos amores tantos que fomos amando e amando, e desamando pela vida afora. Nem que dentro da gente apenas.

Páginas e páginas de histórias. Algumas tão bregas, tão risivelmente cafonas, tão folhetim barato. Outras talvez épicas, quase obras primas, momentos sublimes de magia e sucessos.   
Quando abro cada manhã a janela do meu quarto
É como se abrisse o mesmo livro
Numa página nova…
Em algumas príncipes e princesas. Em outras meros espectadores em um teatro vagabundo que ameaça fechar. 

Mas qual o quê. Somos roteiristas e atores. A nós cabe o enredo, cabe o ensaio. De nós parte a estreia. Se será sucesso retumbante, cabe também aos que dela participam, sejam como atores coadjuvantes, sejam como as pessoas que lerão e nos aplaudirão. Enfim! Reconhecidos como os artistas que a Vida sempre nos disse que seríamos.  
Que a palavra parede não seja símbolo
de obstáculos à liberdade
nem de desejos reprimidos
nem de proibições na infância,
etc. (essas coisas que acham os
reveladores de arcanos mentais)
Não.
Parede que me seduz é de tijolo, adobe
preposto ao abdômen de uma casa.
Eu tenho um gosto rasteiro de
ir por reentrâncias
baixar em rachaduras de paredes
por frinchas, por gretas - com lascívia de hera.
Sobre o tijolo ser um lábio cego.
Tal um verme que iluminasse.
Se de poesia, drama ou comédia falam nossas paredes, já não importa. Ao artista pela vida cabe viver o papel do momento. Sabendo que a máscara se usa por momentos e que o roteiro nos pede verdade na atuação. De tal maneira verdadeira que bem sabemos o limite da vida real e da arte.

Palavras são janelas ou são paredes.
Elas nos condenam ou nos libertam

Ruth Bebermeyer

Se as nossas paredes falassem....diriam que somos pássaros que cantam, leões que rugem, atores cansados e brilhantes de uma história que um dia termina. Mas que enquanto em cartaz, cabe a nós levá-la com galhardia e muita picardia. 

E que o espetáculo continue.

Fonte : Pinterest e Google

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

Interno I - escada como elemento formal destacado

A escada como elemento formal de ligação entre os dois andares desta reforma que o escritório do arquiteto italiano Alfredo Vanotti executou chama a atenção pela beleza e fluidez.Feita em ferro e pintada em branco ela não apenas é ponto focal, como serve de divisória para os espaços de estar e cozinha.
O espaço amplo servia de escritório e agora abriga área social no térreo e dormitório com banheiro no piso superior. Tudo isso em um estilo enxuto e ao mesmo tempo aconchegante.Coerente com a proposta do arquiteto de que a sua arquitetura deve falar por si mesma.
Nos siga também nas redes sociais
TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest