Pular para o conteúdo principal

Sonho esculpido em castelos

Quando a gente vê um castelo de sonhos fica imaginando o que passou na cabeça de quem concebeu. No caso do Schloss Neuschwanstein
e dos vários castelos construídos por um único rei, nossa imaginação corre ainda mais solta. Quem era e como pensava esse homem?

"Desejo continuar sendo um eterno enigma para mim e para os outros."

Essa frase de Ludwig II, também chamado de o rei louco da Baviera talvez resuma o que ele foi. Um visionário? Um rei adiante do seu tempo que foi amado por seu povo? Um amante das artes, especialmente de Wagner? Um construtor adepto de modernas tecnologias? Um homem solitário e incompreendido?  

Foi para tentar entender um pouco mais de sua história que fui ao almoço Clio chamado Ludwig II: entre o sonho e o delírio. O professor Arthur Torelly Franco nos brindou com um panorama de sua vida e seus enigmas de personalidade.  

Enigmático, fascinante, estigmatizado, Ludwig II foi sem dúvida uma das mais carismáticas figuras do século XIX, porém considerado um louco por suas ideias corajosas. Neste Almoço Clio, o pesquisador Arthur Torelly Franco adentra o universo do rei da Baviera que deixou sua memória, sonhos e delírios esculpidos em castelos.


Na época de seu reinado ele gastou fábulas de dinheiro para construir castelos suntuosos. E mais que isso, castelos que uniam tecnologia e magia. Salas com rococós ricamente trabalhados convivem com encanamentos modernos e sistemas de aquecimento que não eram comuns naquela época. Alguns dizem que foi considerado louco e talvez assassinado em função dessa prodigalidade e manias estranhas. Hoje, passado uma centena de anos, suas obras são uma das maiores fontes de riquezas da Baviera....

Isso me faz pensar no valor simbólico da Arquitetura. No que a faz diferente e permanente. Confesso que meu viés pela felicidade das pessoas me faz pensar que se esse dinheiro fosse aplicado nas pessoas da época talvez fosse melhor: mais escolas, mais saúde, mais educação. Mas...um outro lado meu vê como uma pessoa ou pessoas com visões além do comum criam obras que transcendem ao tempo e acabam beneficiando as regiões a longo prazo. Julgar qual o melhor? Talvez não seja preciso. Deixemos que fique como enigma.


A gastronomia ficou a cargo dos chefs Leonardo Magni e Liliana Andriola e, como sempre, remetia à região e personagem tema do almoço.



A entrada foi Batatinhas assadas com obatza e chucrute.



O prato principal foi Spatzle com molho de mostarda e pernil de porco assado 



E a sobremesa um delicioso Bienenstich (bolo de amêndoas) 




Ludwig II

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Espaço de marketing diferenciado usando contêiner

Um exemplo de como contêineres usados podem ser reaproveitados é o que vemos nesta proposta de construção modular da agência Work of Substance para a empresa Goodman, onde foram usados quatro módulos que formam seis espaços diferentes. 

Leia também : Conteiner - pense neles como solução


Interessante como conseguiram usar os conteineres de maneira aberta com grandes aberturas que unem o espaço interno com a natureza fora deles. 


Leia também: bar muito legal usando conteiner

Belos espaços de contemplação também são criados no andar superior. Com a vantagem da construção poder ser reutilizada em outros sítios, sem deixar maiores intervenções no local onde estava. 
Nos siga também nas redes sociais

TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest
snapchat: arqsteinleitao

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…