MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Sketchup- testando renders


Tenho testado um software bem interessante para criar e apresentar os meus projetos. Principalmente os de interiores. É o Google Sketchup. Ele permite uma vizualicão interessante e dinâmica dos projetos. Nesse caso um móvel para uma sala de TV.

Mas estou testando alguns renders, que são programas que permitem uma aproximacão do desenho com a realidade.


Um muito bom é o V-Ray for Sketchup

A segunda imagem mostra o mesmo móvel renderizado. Usei configurações básicas e um tamanho pequeno, mas o processo deve ter levado uns 15 minutos. Ele é muito gostoso e fácil de usar, mas é pago. Quem quiser experimentar, é só se cadastrar no site e baixar um trial de 30 dias.



Uma boa opcão free é o Kerkythea.

Ele usa um plugin para o sketchup, tem alguns macetes como usar as faces do desenho para a frente, não colocar nomes com caracteres numéricos, ou acentos, e sempre salva-los em caminhos simples, como meus documentos ou no próprio C.

Mas tem um resultado comparável ao V-Ray e é grátis.

Aqui usei uma configuração básica. photomap medium AA03 e levou os mesmos 15 minutos.


Comentários

  1. Ola tubo?

    Vi que vc esta comparando o vray o renderizador Kerkythea, ok tenho algumas objeções.
    Se vc procura um renderizador onde o seu trabalho será apenas apertar um botão onde diz render, ok, o Kerkythea responde bem as suas necessidades, mas se vc precisa de um renderizador onde alem de controle de materiais avançados vc tambem tenho controle de iluminação e sem falar das configurações do proprio render, o Kerkythea fica a desejar.
    Concluindo, não tiro a vantagem de ser ter estes tipow de render para pessoas que necessitam de um renderizador pratico com baixa qualidade de imagem, mas a comparação tem que ser distinta, Kerkythea é um render para leigos, o vray é um renderizador profissional, onde se vc não tiver pelo menos o básico de aprendizado não se consegue aproveitar todas suas funcionabilidades.

    ResponderExcluir
  2. Oi Júlio César,

    Excelente a tua contribuição. Na época dessa postagem estava procurando um render que fosse free e tivesse um resultado razoável. A ideia não era uma apresentação profissional e sim uma imagem que se pudesse apresentar de forma rápida para um leigo entender o projeto.
    Acabei não usando mais o Kerythea, mas realmente faltou essa explicação sobre a comparação dos dois.
    Obrigada e volte sempre
    Abraços
    Elenara

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros