Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2010/11/04

Os livros e a Praça

Todo final de ano o ritual se repete. A Praça da Alfândega em Porto Alegre se apronta para mais uma invasão popular. É a Feira do Livro, uma tradição da cidade desde 1955. Eu ia desde pequena, ansiosa por andar no meio de suas barracas, folhear os livros...

Foto Elenara Stein Leitão
Esse ano a Praça está em reformas que vão lhe restituir características originais tais como: piso de pedra portuguesa, iluminação e exposição de um sitio arqueológico, encontrado pelo Projeto Monumenta, que será ressaltado com um painel explicativo.

Como as obras ainda não terminaram, a 56ª Feira do Livro sofreu uma alteração no seu traçado. Uma passarela liga as barracas da  Rua da Praia ao restante da Praça. E é de certa forma bastante interessante passar e ver as pessoas trabalhando. E ler as poesias expostas de forma criativa em paineis de aglomerado.
Foto Elenara Stein Leitão
Mas há quem estranhe e não goste desse cercamento provisório da Praça em sua Feira mais tradicional. Veja AQUI opiniões das pessoas a respeito.
Foto Elenara Stein Leitão
No interior da Praça são dispostas variados setores. E em cada um deles é uma festa ! Pessoas garimpando nos já tradicionais balaios, onde pode-se descobrir algum tesouro por preços módicos ( R$ 1,00, R$5,00, R$ 10,00...). Essa é uma das coisas que mais gosto de fazer. Eu e a maioria das pessoas. Mas também se encontram lançamentos do momento, livros técnicos e mais alguns outros que a gente vê numa barraca de uma universidade, jornal ou livraria que não costuma frequentar.
 
E quando se está cansado pode-se tomar um delicioso café no Bistrô do Margs, junto aos livros e respirar cultura. 



Foto Elenara Stein Leitão
De uns anos para cá a Feira foi provida de proteção de lonas porque uma das tradições locais é que sempre chove em dias de Feira...

É um tempo em que a Praça deixa de ser de poucos para ser de muitos. Gente que passeia, gente que folheia.Gente que lê. Cercada pelas lindas árvores centenárias, pode-se ainda ver uma exposição no belo edificio do Santander Cultural ou nos prédios gêmeos do Memorial do Rio Grande do Sul e do MARGS. Ou simplesmente ouvir uma boa música enquanto espera o autográfo de um lançamento,ou participar ainda de um painel ou de uma maratona de contação de histórias.



Foto Elenara Stein Leitão

Comentários
2 Comentários

2 Opiniões:

Estou pensando seriamente em ir a feira!

Vá mesmo, é sempre um sopro de cultura. Eu não perco, todo ano bato o ponto.
Abraços

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More