Publicidade

2015/01/29

Dicas para economizar água

Economizar água é um comportamento básico. Me acostumei a fazer isso desde pequena em casa. Qualquer um com alguns neurônios e leituras sabia desde sempre que a água era um bem escasso e caro para ser limpo. Ponto. 

Falta de planejamento em prever as dificuldades futuras e os meios de os resolver antes de ser tarde, se chama ação proativa hoje em dia. E competência e bom senso desde sempre. Romanos já faziam isso com aquedutos. 

Enfim, já que se deixou chegar a um ponto emergencial é bom cada um pensar em como fazer para cooperar. Não com isso que esteja sugerindo que se passe a mão por cima das responsabilidades e das causas que levaram a esse estado de coisas. É bom ter sempre presente os problemas do presente e o que poderia ter sido feito para que eles não existissem ou fossem minimizados, para que os do futuro não nos peguem de calças curtas.

Uma primeira coisa é certa: absoluta e urgente conscientização de que água é um bem precioso. Portando deve ser tratada com respeito e parcimônia. Não poluir nascentes, não poluir de forma geral. Tratar a água, fazê-la novamente potável é muito caro. Não consigo admitir que alguém, minimamente inteligente use água tratada para lavar calçadas, por exemplo. Nem precisaria de lei. É obvio!

Mas existem outras dicas que podemos levar em conta em nossas casas:

1) Aproveitar a água da lavagem de roupa para limpeza dos pisos
2) Regar as plantas e grama à noite para evitar evaporção
3) Lavar o carro com balde e com pouca água (em tempos de escassez não lavar)
5)Lavagem dos pratos. Encha duas bacias: em uma ensaboe a louça e na outra enxague.
6)Use um copo de água para escovar os dentes ao invés de deixar a torneira ligada.

Além dessas dicas já falei aqui no blog de um sistema que economiza a água do banho e quais devem ser as prioridades de uma construção sustentável, entre elas a instalação de tubulações e equipamentos de baixo consumo para poupar água. Coletar e utilizar a água da chuva. Separação da água de pias e chuveiros e reutilização na irrigação de jardins. 

E sugiro que mesmo os que não estão em regiões com crise hídrica, parem e repensem os seus hábitos de consumo. Se já não o fizeram. 

E você, o que faz em sua casa? Tem alguma dica de como economizar água e quer repartir com a gente?

Imagem: Pinterest
 
 

2015/01/28

Espaços estranhos? Na verdade muito interessantes

Estava curiosa e fiz uma pesquisa no Google com os termos "strange interior design" e o resultado foi surpreendente. Acho que eu esperava ver coisas mais bizarras, mas acabei descobrindo espaços incríveis! 

Vejam abaixo o que descobri.

A mistura da cor com a madeira envelhecida fica muito, muito elegante. 

Realmente eu nunca usaria essa cadeira para passar muito tempo descansando. Mas que ela tem uma forma inusitadamente elegante, isso tem.

Seixos e banheiro combinam muito! 

Um jardim inusitado que traga luz e um jardim japonês pode estar onde não se imagina.

Madeira cria um quiosque magrinho mas cheio de carinho para encontros e conversas. Simples e funcional.

Quem disse que os pisos tem que ser sérios e caretas? Brincadeiras sempre fazem a diferença! 

Cozinha que foge dos padrões. Simplesmente genial.

Uma escola infantil cheia de espaços para favorecer a exploração. 

Praia. Em vez de tapetes pomposos, mosaico no chão. Em vez de arranjos de flores, cactos na janela. Falando em vidros....para que usá-los? 

As vezes as boas ideias e bons espaços vem onde menos esperamos encontrá-los. Ou quem sabe o Google ande tão careta e sem graça, que o que é considerado bizarro na verdade seja o que tem personalidade. 

Fotos - Google 

2015/01/27

Espaço MUITO versátil - All I Own House

Espaços que se movem e ampliam uma metragem reduzida. O sonho de muitas pessoas tornado realidade pelo escritório espanhol PKMN architectures com a proposta All I Own House cuja proposta é ser um projeto que customiza os espaços para cada necessidade dos habitantes. O mesmo espaço, esclareça-se.

Sim, exige uma disponibilidade de ser versátil e aceitar mudanças. Favorece a movimentação das pessoas que habitam ali, o que é saudável. O material é OSB que não é caro. E as ferragens são disponíveis no mercado. Um projeto bem viável e auto explicativo. Eu gostei.




 Curta no Facebook  Assine no Flipboard


ALL I OWN HOUSE by PKMN Architectures from PKMN [pac-man] on Vimeo.

2015/01/26

Casa pré fabricada com energia solar e bela vista


Um local para gozar uma bela vista feita com módulos pré fabricados. 

Assim pode ser vista a Casa Sealoch que é feita em módulos que utilizam painéis com isolamento térmico, são pré cabeadas e tem acesso wifi e placas de energia solar para aquecimento e energia.

 
 
Cinco meses foram necessários para a fabricação e montagem no Reino Unido. Os ambientes internos são super claros e espaçosos. Ainda tem terraço para aproveitar a vista deslumbrante do lago em que foi localizada. 
 
 
Tudo transportado em caminhões. O revestimento externo foi feito no local por mão de obra contratada pelos proprietários. 
 
 
Características da casa
  • Montagem operacional dos sete módulos em uma semana no local.
  • Isolamento térmico e grandes esquadrias permitem guardar o calor - desejável em climas frios.
  • Telhado verde com cobertura de grama e flores silvestres.
  • Estrutura de suporte em aço para melhor implementação no terreno inclinado.
  • Um sistema mecânico garante uma transferência de até 90% de trocas de ar. 
  • A água quente é armazenada em um grande cilindro pressurizado proporcionando abundância de água quente a uma pressão forte.
  • Os painéis solares fotovoltaicos complementam a energia elétrica e aquecimento da água. 
  • Iluminação otimizada pelo uso de lâmpadas LED de baixo consumo energético.

2015/01/25

Ecossistema autossuficiente em escola urbana

Um conceito de escola muito legal está sendo construída na França. Revitalizando uma área de antigas indústrias, um prédio que parece um jardim suspenso da Babilônia, onde os pavimentos são cobertos por uma uma rica variedade de fauna e flora locais que simulam um ecossistema autossuficiente.
Projeto vencedor de Chartier Dalix Architectes para um concurso que estimulará as crianças em descobertas e explorações em meio ao ambiente urbano. 
O arquiteto optou por um partido simples que simulasse um encaminhamento de montanhas com suas subidas e volumes que se conectam e ligam áreas de lazer e salas de aula.


O programa inclui 18 salas de aulas e um pavilhão esportivo que pode ser usado pela comunidade. 

Abaixo outra proposta do mesmo escritório com a mesma concepção de telhados verdes.




Não seria fantástico se as nossas crianças pudessem estudar em um ambiente assim em plena cidade? Ou que os nossos prédios de habitação e/ou trabalho pudesse contar com parques e praças como se vivêssemos em contato mais pleno com a natureza? 

Veja mais projetos e soluções que usam telhados verdes e nos proximam mais da natureza

Curta no Facebook  Assine no Flipboard 

2015/01/23

Casa Rocas - aberta à paisagem



Uma vista em tudo maravilhosa merece ser o ponto de partida de um projeto de casa. A Casa Rocas, localizada em El Pangue, no Chile, se debruça sobre o terreno de 2.756 m2 oferecendo uma visão privilegiada de todos os pontos.

Paredes de pedra encerram um volume limpo com os programas funcionais da residência. Acima a área privativa se abre ao mar. Projeto com 460 m2 do Studio mk27

Fotos: Fernando Guerra




 

Veja outros projetos de casas de verão AQUI

Curta no Facebook  Assine no Flipboard

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More