Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2015/07/31

Livrarias infantis cheias de criatividade - Republic Kids by Sako Architects

Gosto da ideia de despertar a imaginação das pessoas. Se esse despertar for a mente de crianças para a leitura fico ainda mais fascinada. Por isso me encantam dois projetos com diferentes aspectos formais do mesmo escritório de arquitetura para livraria infantil na China.

São os projetos de Sako Architects para as lojas da Republic Kids em Xangai e Pequim. 

Republic Kids Xangai


Na loja de Xangai o arquiteto partiu da imagem de árvores e florestas, tão comuns na literatura infantil, e pela "explosão" de seus elementos usaram partes como troncos, galhos e folhas para construir o espaço. Não se trata de uma mera reprodução, mas uma reinterpretação de como o todo pode ser dividido e de novo unido em novos significados.  

Republic Kids Xangai - Sako Architects - library
Espaços lúdicos em madeira, iglu de casca de árvore, encaminhamentos que servem de bancos, tudo leva as crianças a um entrosamento e encantamento com a leitura.
Republic Kids Xangai - Sako Architects - library

Republic Kids Xangai - Sako Architects - library

Republic Kids Xangai - Sako Architects - library
Toras de árvore nas paredes e sob a superfície de vidro marcam a sala do escritório.
Republic Kids Xangai - Sako Architects - library

 Republic Kids Pequim

Republic Kids Pequim - Library
Esta outra proposta de espaço de livraria infantil se ancora na imaginação. É como se dois imensos arco-íris invadissem o espaço e espalhassem caminhos de alegria, sonho, passeios pelo imaginário.    

Republic Kids Pequim - Library
Espaço de descobertas, talvez um tesouro ao fim do caminho colorido. Um tesouro sob a forma de páginas e letras. Descoberta do prazer de ler.
Republic Kids Pequim - Library
Me agrada ver propostas diferentes em termos formais, embora coerentes em termos de objetivo do espaço: despertar a imaginação. 
Republic Kids Pequim - Library

Gostou? Conta para a gente a sua opinião.  


Comentários
2 Comentários

2 Opiniões:

Gostei do trocadilho, José Antonio! A arquitetura chinesa tem belos exemplos de criatividade! Beijos

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More