Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2016/08/17

Ideias de arranjos de flores: Neruda e violeta

Tantas vezes pensamos em inspiração para um ambiente, uma mesa, uma festa. Podemos imaginar tantas coisas: eu gosto, por exemplo, de pesquisar o que a pessoa gosta, o que lhe cala fundo ao coração.

Essa inspiração em particular nos remete à sutileza de uma mulher que amam Neruda. E adora violetas! E unindo os dois, exemplos lindos de belezas e delicadezas.
Com vocês a poesia de Neruda

De tanto amor a minha vida tingiu-se de violeta

Pablo Neruda



"De tanto amor a minha vida tingiu-se de violeta
e andei de senda em senda como as aves cegas
até chegar à tua janela, minha amiga:
tu sentiste um rumor de coração partido"



"e então das trevas subi ao teu peito,
sem ser e sem saber fui à torre do trigo,
surgi para viver nas tuas mãos,
saí do mar para a tua alegria."



"Ninguém pode contar o que te devo,
é evidente o que te devo, amor,
e é como uma raiz nascida na Araucânia
o que te devo, amada."



"É sem dúvida estrelado tudo o que te devo,
e o que te devo é como o poço duma zona  silvestre
onde o tempo guardou relâmpagos errantes."

E que fique conosco a ideia de que a elegância pode se revestir de um olhar mais singelo e apurado sobre as belezas simples da vida. E com elas festejar nossas vidas. Nossas casas. Nossas festas.



Imagens retiradas do Pinterest. As referências das flores estão no meu painel flores

Leia também:


Nos siga também nas redes sociais

snapchat: arqsteinleitao

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More