Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2016/08/26

Arquitetando na nuvem e com nuvens

Nunca na história da humanidade a nuvem esteve tão em foco. Ela é, hoje, mais que indício de tempo ou refúgio de quem quer ficar ao leo, deitado numa rede, simplesmente olhando o céu. Hoje as nuvens guardam a memória de milhões de pessoas: seus dados, suas fotos, sua vida.

Nuvens virtuais. Uma das evoluções tecnológicas que mais me impactaram é o aumento da capacidade de armazenamento. Os primeiros computadores que trabalhei eram super precários. Qualquer programa ou foto mais pesada geravam uma angustia imensa de como guardar aquilo. Foram surgindo os pentes de memória, os HDs externos e a....nuvem.

Hoje tudo vai para a nuvem. Tiro uma foto ou faço um vídeo no meu smartphone e ela já está na nuvem de onde posso acessar por qualquer terminal ou meio que a alcance. 

Surgem outros dramas: organizar a nuvem. Sim, porque é lindo ter tudo guardado, mas é um drama tentar achar algo específico no meio de milhões de outros dados nas nuvens virtuais. Organização é cada vez mais necessária. Por mais que os mecanismos de busca fiquem refinados, mesmo assim, é preciso um sistema para que se ache aquela informação relevante. Mais ou menos como o cérebro da gente que vai ficando atulhado e, se não temos um memória fotográfica, às vezes levamos horas para lembrar de algo que sabemos saber. Só não lembramos.

Mas  e as nuvens? Sendo assim tão importantes e ao mesmo tempo tão simpáticas é justo que estejam em nossas casas, nos brindando com os seus formatos de flocos de algodão e sua delicada presença. Vamos ver alguns exemplos de como usá-las? 

Nos quartos de bebê são sempre bem vindas. Encantam e servem para qualquer tipo de ambientação .

Um dos usos mais populares das nuvens são nas luminárias. E muitas são DIY ( o famoso feito por mim). Afinal uma forma e fitas luminosas e está feita a festa. Ou a nuvem luminosa. 
Outro exemplo de luminária onde as luzes caem como gotas de chuva da nuvem e criam um belo efeito. 
Nos revestimentos de paredes, sejam em papéis ou em adesivos, as nuvens ficam muito bonitas. 

Mesmo em locais onde aparentemente não se espera uma brincadeira, ela aparece como elemento de foco e cai super bem. 

Em divertidas cabeceiras de cama as nuvens também marcam presença.

E porque não usá-las recordando seu formato mais verdadeiro. Um painel fotográfico mimetiza um céu cheio delas em uma sala. E se o orçamento permitir, um grande tela pode reproduzir a sua passagem para que possamos sentar no sofá da sala e brincar de ver formas no céu. 
Há muitas e muitas maneiras de usar as nuvens. Arquitete a sua.


Fonte das imagens -  pinterest nuvens

Nos siga também nas redes sociais

snapchat: arqsteinleitao  

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More