Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2016/02/24

Restauro transforma moinho em habitação

Um restauro de um edifício do século XIX com mudança de função e com o uso do queridinho dos arquitetos, o aço corten, como ponto focal fazem com que esse velho moinho se transforme em uma habitação moderna e confortável na Itália. 

Projeto Rocco Valentini


A edificação vinha sofrendo várias alterações no século passado e o projeto do escritório de arquitetos Rocco Valentini arquitetura privilegiou as construções originais, resgatando o velho charme do edifício de tijolos.

Para marcar a intervenção foi usado um expressivo volume em aço corten que confere um ar contemporâneo ao mesmo tempo em que une os espaços antigos, permite que a luz entre pelos seus vãos, iluminando o interior. 


Não sou uma arquiteta "preservativa" ou seja, especialista em restauro ou preservação do patrimônio histórico. Mas tive um ex sócio que era e trabalhou muitos anos na área. Foi com ele que aprendi o termo jocoso que usei no início da frase. Fiz alguns trabalhos com ele e fiquei com a noção de que, quando s efaz uma intervenção em um prédio é de todo recomendável que se mostre a cicatriz. Ou seja, que se deixe claro onde foram feitas. Nesse caso, em que o restauro é em um prédio que não parece tombado, o uso do elemento de união foi a grande sacada de fazer a transição de épocas.   

Leiam também outro exemplo do uso de corten em um prédio histórico - um Museu do Sal
Projeto Rocco Valentini

Projeto Rocco Valentini

Projeto Rocco Valentini

Projeto Rocco Valentini


Projeto Rocco Valentini




Gostou? Tem alguma sugestão? 

Comenta e conta para a gente a tua opinião. 
Nos siga também nas redes sociais

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More