Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2015/12/22

Imprimir casas e edifícios. Será o futuro da construção?

Logo que ouvi falar nas impressoras 3D - e lógico que nem imaginava ser possível imprimir casas - confesso que fiquei fascinada! Já previa um mundo onde seria possível qualquer um, em qualquer lugar, produzir seus próprios objetos. E cheguei a pensar em como desenvolver algum tipo de produto que as pessoas, com as suas impressoras pessoais, pudessem fazer em suas casas. E com matéria prima reciclável.

Mas, embora as impressoras tenham baixado de preço de maneira substancial, elas ainda não se tornaram de uso tão corriqueiro. 

Por isso tenho algumas dúvidas ainda quanto ao uso em grande escala da impressão de edificações. Já mostrei aqui alguns exemplos, como o escritório impresso para uma exposição em Dubai. E ao ler um artigo sobre a possibilidade de imprimir sua próxima casa, separei alguns trechos que destaco abaixo.
 WinSun's 3-D printed mansion. Photo: WinSun

WinSun's 3-D printed mansion. Photo: WinSun
O artigo mostra exemplos concretos de uma casa feita com resíduos de construção, como concreto, fibra de vidro e areia. Onde? Na China! Local em que essa tecnologia seria muito salutar se fosse possível ser reproduzida em grande escala. A empresa chinesa Winsun foi montada camada sobre camada.
Vulcan China
Pavilhão Vulcan
Também um pavilhão foi apresentado em Pequim. Seu nome é Vulcan e seu projeto foi inspirado em casulos de seda. E existe na Holanda um experimento chamado canal House para a impressão de uma tradicional casa holandesa.  
3D print Canal House
3D Print Canal House

E onde me parece mais viável e interessante no momento a expansão dessa tecnologia, é na construção rápida de casas para refugiados e sem teto.

As possibilidades de criação arquitetônica se expandem de maneira extraordinária porque as possibilidades de execução se simplificam. Assim como hoje existem prédios que só se tornaram possíveis com os softwares CAD, a impressão 3D pode trazer novas formas e soluções que antes só faziam parte da imaginação dos arquitetos. 

E há outra vantagem! Uma construção mais rápida, que exige menos transporte, menos materiais, é mais econômica e sustentável.
Um edifício-3-D impresso é muito mais verde do que os de construção tradicional. Winsun estima que suas estruturas impressas exigem 60% menos material
Isso significa que o velho canteiro de obras está com os dias contados? Nem tanto. Ainda são limitadas as impressões. Quadros das impressoras 3D em um tamanho determinado, desenvolvimento de materiais que sirvam para as estruturas maiores....enfim, as empresas não estão tendo a valorização de mercado que se talvez imaginasse uns anos atrás.

Há ainda o problema do desemprego de mão de obra. Um contingente imenso de pessoas são absorvidas por esse setor e a migração teria que ser pensada de forma a realocar essas pessoas, sob pena de criar um problema social. 


Vejo um futuro muito bom na impressão 3D em termos de maquetes e protótipos de objetos. Se um dia moraremos em cidades que possam ser impressas com facilidade, só o futuro dirá. 


Gostou? Tem alguma sugestão? 
Comenta e conta para a gente a sua opinião. 
Nos siga também nas redes sociais

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More