Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2015/11/22

Banheiro móvel barato - Design centrado no ser humano

O  mundo parece um imenso caldeirão a explodir. Vemos pessoas morrendo pela intolerância e jogo de poderes. Mudamos nossos avatares em redes sociais para nos solidarizarmos com vítimas, sejam de atos de violência, seja pela omissão ou ganância. No meio tempo tentamos sobreviver e ainda viver. Sim, queremos mais e sempre. Queremos ler, queremos comer bem, queremos prazer.

E no meio de nossa vida entre tantos apelos quase esquecemos que pessoas, muitas pessoas, pessoas demais, não tem um mínimo de dignidade. Faltam condições básicas de higiene. Sabe quantas? 2,5 BILHÕES! Já conseguiram imaginar o que isso significa? E o que gera em termos de falta de saúde, de vida minimamente digna? 

Foi pensando nelas e nas consequências dessa falta que uma equipe multidisciplinar está juntando fundos para criar uma starup que ajude a mudar essa realidade: a WASH
sou apaixonada por melhorar a saúde da comunidade através de redesenho de água, saneamento e infra estrutura de higiene,  é por isso que queremos implementar a  WASH , uma startup de impacto social que visa trazer inovação ao saneamento. Jasmine Burton - Designer



Quer contribuir? Veja AQUI como fazer isso.


Me lembro de quando fiz Projeto Rondon, na época da universidade. O Projeto Rondon colocava estudantes universitários em contato com populações carentes. Eu fiz o regional e minha cidade ficava no estado vizinho de Santa Catarina. Ali eu tive várias lições. Entre elas, uma sobre projetos pé no chão. Nada de obras megalomaníacas ou irreais, mas soluções viáveis com materiais locais. Outra com o meu companheiro que cursava Engenharia Civil. Ele largou as salas da prefeitura, nosso local de trabalho, e foi para o interior, construir sanitários e cisternas. Me disse na época que era muito mais útil um banheiro decente que vários planos no papel. 

Foi pensando assim que esta equipe de profissionais lançou a proposta de um vaso sanitário, o SafiChoo. Ele não apenas serve para aquela função que é tão básica que não conseguimos imaginar a vida sem ele. Mas o seu pensamento de criação vai um pouco além da mera utilidade funcional. Eles vislumbram o design centrado no ser humano e as pessoas que usarão o sanitário são elemento fundamental na solução do produto final. O SafiChoo, além de  levar em consideração a cultura local de hábitos de higiene (que inclui um ritual religioso), é composto de sistemas modulares que facilitam a sua construção e uso. Eles pretendem lançar o piloto beta em Zâmbia e estão levantando fundos para isso.  




Vejam também outro projeto social no Zâmbia - um centro de saúde para mulheres
Gostou? Conta para a gente a sua opinião.
Nos siga também nas redes sociais 
Twitter: @arqsteinleitao
snapchat: arqsteinleitao

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More