Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2013/11/19

Sorrir muda mundos

Vou contar uma história de muitos anos atrás, muitos mesmo. Eu estava estudando, era época de entrega de projeto e tive que sair, cara lavada, preocupada com data, cronogramas. Juro que eu era puro mau humor. E com vinte anos! 

Entrei no banco, enfrentei fila, cheguei no caixa e nem olhei, devo ter resmungado algo. Ou melhor, acho que nem falei nada. Mas o caixa, antes de me atender, parou tudo o que estava fazendo, olhou direto para mim, colocou um sorriso nos lábios e disse algo que me marcou:

Com um dia tão lindo como hoje por que você não abre um sorriso? 

Sabe daqueles momentos que marcam tua vida? Ali foi um. Eu parei. E mudei meu estado de espírito. Pensei : por quê não? E dei um baita sorriso. 

E muitas e muitas vezes em que me encontro estressada, cansada, mau humorada, eu repito interiormente aquele momento e me pergunto: Por quê eu não abro um sorriso? E não foram poucas as vezes em que mudei de novo.
 
Foi vendo esse vídeo em um grupo do Facebook que fiquei novamente emocionada. Para alguns pode parecer piegas. Mas não é. Muitas e muitas vezes mudamos a vida de pessoas. E mesmo as nunca vamos saber. Mas o ser generoso em sorrir, em elogiar sinceramente, em olhar um lado positivo, em ser mais um sonhador que um "pesadelor" pela vida só ajuda a fazer um mundo mais leve. E vamos convir, de leveza estamos bem carentes. 
 
Eu e a Dóris no Teatro São Pedro


Agradeço à Dóris Azevedo que me fez sorrir vendo esse filme. E que me faz sorrir com a sua vitalidade, com a sua generosidade e pela bondade de escutar cada pessoa e a fazer se sentir única. 

Recomendo que tirem uns minutos para ver esse vídeo. Ele me emocionou mais do que a mensagem do sorrir, que já é por si só super importante. Ele me emocionou por me lembrar também que os sentimentos são contagiantes. Que a gente só consegue transmitir alegria e paz quando a tem dentro de si. Da importância de se recarregar essa carga de emoção dentro da gente. E de como gestos são envolventes e podem gerar uma cadeia de positividade. Auto ajuda? Pode ser. Mas nos auto ajudamos quando somos sinceros conosco e com os outros. Então que seja.

E lanço aqui um chamado do que a Dóris chama de projeto da semana do seu grupo:

"Assistam integralmente ou pelo menos uma parte dele e coloquem em prática o exercício de elogiar (sinceramente) uma pessoa por dia. Não pense que é piegas. Apenas faça e observe. E vamos comentando a experiência. Beijos e boa semana!! Vocês são MARAVILHOSAS, lembrem-se disso! Doris Azeved"

Comentários
0 Comentários

0 Opiniões:

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More