Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2013/08/22

Isonomia grega em almoço cultural

Aprendizado cultural com gastronomia. Fórmula super cheia de sucesso do Studio Clio que reúne em seus almoços temas super interessantes. Essa semana por exemplo, estive em um sobre Atenas e a cultura da isonomia.

A Grécia me tem, sem sombra de dúvida. Tenho com ela e sua história uma relação que vem desde a infância. E se, outras vidas existirem, algumas delas devo ter vivido por lá. Na Antiguidade Clássica, por suposto.

A isonomia grega tinha tudo a ver com a harmonia. O corte de excessos. O poder distribuído da maneira mais justa para as suas concepções da época. Não, não era a ideal. Muitos não participavam, muitos se locupletavam. Mas em qual época da história se chegou ao ideal? Se alguém souber me avise, eu ainda não descobri.   

ISO (Mesmo) + Nomia (Normas) - Mesmas normas/regras para todos. Um principio básico perseguido pelo ser humano em sua história civilizatória. Vimos até uma rudimentar forma de estabelecer um sorteio de cargos executivos, uma forma talvez interessante de escolha dos representantes nesse época de tantos questionamentos.

Atenas: cultura da isonomia Francisco Marshall


Neste almoço foram examinados os aspectos culturais relacionados ao regime político vivido em Atenas no século V a.C., entre eles a isonomia, também chamada democracia. Com repertórios de arte e arqueologia, apresentados pelo prof. Dr. Francisco Marshall e com gastronomia Mandarinier.

Cardápio
Entrada
Ensopado de grão de bico e pimentão ( dos DEUSES gregos, obviamente! Mas sou suspeita porque adoro grão de bico)

Principal
Filé suíno com ameixa, molho de aceto balsâmico e mel com purê de ervilhas (aqui o ponto crucial, não como suínos, então fiquei no purê e ameixas...)

Sobremesa
Torta de iogurte e pêssego (essa sobremesa era absolutamente divina!)


E regado a vinho Picada 15 Malbec (também maravilhoso)
E esse almoço ainda teve um significado especial. Um encontro com minha amiga super querida dos tempos de ginásio, a Lisete Goller. Nos conhecemos no Colégio Sévigné e eu senti por ela uma imensa afinidade. Quando me mudei para Brasília trocávamos longas cartas, cheias de criatividade. Ainda guardo comigo um livro que ela criou sobre as nossas histórias de colégio. E fomos nos reencontrar no Facebook. Como ela voltou de uma viagem pela Grécia e Turquia (querem ver os relatos de suas viagens? Leiam o super interessante As mil e uma viagens) aproveitamos para colocar as novidades em dia. 
E ainda ganhei esses mimos! Um sabonete de óleo de oliva, um maravilhoso doce grego (!), um caderno do Museu de Ankara com um maravilhoso marcador de livros e dois bibelôs de gatos, para minha coleção! Vai dizer que essa amiga não vale ouro??? 

Comentários
0 Comentários

0 Opiniões:

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More