Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2011/09/22

Dia sem carro - um hábito

Dia para se conscientizar da necessidade de diminuir o uso do transporte individual nas cidades, o 22 de setembro, deve ser acima de tudo uma reflexão das alternativas existentes. Sim porque para se deixar o carro em casa é preciso que se tenha um meio de locomoção viável e seguro, seja coletivo seja individual. Para usar as bicicletas é preciso a construção de ciclovias seguras que não rivalizem com as vias de carros e portanto não ponham em perigo a vida das pessoas. 


Porto Alegre, dentro da realidade brasileira, é uma cidade razoavelmente bem servida de transporte público, mas ainda falta muito para que as pessoas se acostumem a deixar seus carros em casa. 


Eu pessoalmente aplaudo a iniciativa, mas eu a pratico bem mais do que apenas em um dia. Se não tenho absoluta necessidade, não tiro meu carro da garagem. E uso as pernas. 

Atualizando, leio nos jornais que está tendo inicio a construção de uma ciclovia em Porto Alegre. E na rota de uma importante universidade que gera um trafego imenso em horas de pico (ou rush). Acho muito bacana. Antes tarde do que nunca. Mas devo confessar que nunca aprendi a andar de bike (ninguém é perfeito...)


As nossas politicas urbanas quase sempre tem privilegiado grandes avenidas, viadutos e o adensamento populacional. E o transporte coletivo fica em segundo plano. Talvez o que nos salve ainda seja no futuro a cura pela doença. Com tanto carro nas ruas, tem horas que já nem dá para andar neles. E estacionar então ! Em alguns locais ainda contamos com parquímetros, mas em outros é expressamente proibido estacionar para que o fluxo ande...


Soluções ? Pensar n vezes antes de tirar o carro da garagem,usa-lo de maneira racional, dar caronas, andar de ônibus, de lotação (aqueles micro ônibus que são mais confortáveis que os ônibus e que servem uma população acostumada ao carro particular). E repensar aquela história de que carro é status e tem que ser trocado a cada ano. Carro é transporte. E cada vez mais é luxo.  

Comentários
5 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More