Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2010/11/16

Urbanismo participativo

O arquiteto John Thompson está no BRasil para falar sobre urbanismo participativo ou como as comunidades podem ser incluídas na cidade do futuro, no 54th IFHP World Congress 2010 Porto Alegre. Seu escritório é pioneiro em em projetos de regeneração urbana e na busca da participação dos moradores no projeto de seu ambiente.

Ele também é presidente da
Academia de Urbanismo, criada em 2006 para estimular as melhores práticas no planejamento de cidades na Grã-Bretanha e na Irlanda.
Fonte
 Primeiro passo de seu processo é Entender as necessidades reais dos moradores
Thompson – Para começar, a vizinhança deve ser mobilizada, o que significa dizer que vamos até as residências explicar aos moradores o que fazemos, por quê fazemos e como isso pode fazer diferença nas suas vidas. Assim, eles são mais propensos a se envolver em nossas oficinas participativas. Durante esses workshops, pedimos que as pessoas nos digam seus problemas. Depois, perguntamos sobre seus sonhos, como elas gostariam de viver e do que realmente precisam. A maior parte das pessoas têm sonhos modestos, elas ficam felizes com pequenas mudanças que melhoram o dia a dia de suas famílias. Ninguém nunca pede uma piscina olímpica.

Fonte 
Segundo passo - Engajamento entre moradores e técnicos
Em seguida, os levamos para trabalhar com especialistas – arquitetos, paisagistas e experts na área econômica. Colocamos todos cara a cara com as pessoas que realmente transformam cidades. Essa é uma experiência de fortalecimento da comunidade local e de humildade para os especialistas. 

Terceiro passo : Criação da solução
Os planos que eles fazem não são mais desenhos abstratos em um escritório. Cada linha desenhada significa um futuro melhor para as pessoas sentadas em frente a eles.

Fonte

Entrevista completa no site abaixo


Porto Alegre foi escolhida como sede do Congresso da IFHP por ter um histórico de participações populares desde a implantação do orçamento participativo (Olivio Dutra - PT -89/93).  

Comentários
3 Comentários

3 Opiniões:

engraçado né!tínhamos, perdemos porque não cuidamos e agora estamos tentando recuperar. Estamos fazendo igual ao sapo que vc disse, tentando sobreviver em meio ao caos que está se formando, na natureza, no conceito humano, educação, costumes etc...
Bom dia.

Eu particularmente acho um arquiteto um gênio. Parabéns pela brilhante profissão.

Bem colocado. A participação das pessoas em projetos que lhe envolvem, seja do ponto de vista particular ou mais geral, deveria ser a premissa básica, questão até de bom senso. Mas parece que precisamos importar alguém de fora, para nos falar de coisas que já sabíamos por aqui...
Abraços

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More