Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2010/02/15

Oleds já eram, a onda serão os LECs

Com uma velocidade estrondosa, a tecnologia dos novos emissores de luz vem se aprimorando e mesmo sem estarem dominando o mercado, as novidades surgem uma após outra. Os LEDs passaram a ser conhecidos comercialmente há relativo pouco tempo e, mesmo assim, em maio de 2008, já anunciava aqui os OLEDs ( LEDs orgânicos, que possuem carbono em sua composição). Mas esses emissores são feitos com a  liga metálica óxido de estanho-índio, que é um metal raro e caro e, além disso é muito difícil de ser reciclado.




A novidade fica por conta dos LEC - Light-Emitting Electrochemical Cell, células eletroquímicas emissoras de luz que usam um eletrodo de grafeno quase totalmente transparente em substituição ao índio. São muito mais baratos e de fácil reciclagem. Segundo o site Inovacão tecnológica  "por usar carbono, o LEC também é orgânico, assemelhando-se mais aos OLEDs do que aos LEDs. OLEC certamente seria uma sigla mais adequada, ainda que é de se esperar que outros pesquisadores questionem a criação de uma categoria nova para os "OLEDs de grafeno"."

Comentários
2 Comentários

2 Opiniões:

Nuoooooossa!!!!!!!!
Agora que a PHILLIPS conseguiu colocar no mercado umas "LEDs" que tem condição de serem utilizadas na VIDA REAL,(rs), mudam tudo outra vez??????????
HAHAHA!
Bem esse é um problema para engenheiros resolverem, para nós , basta estarmos atualizadas!
ADOREI !

Quanto à livraria paulistana, também achei que o GRANDE LANCE, são as portas.
Caso contrário nem valeria à pena ter "postado".

Mil bjs

Amiable post and this post helped me alot in my college assignement. Thanks you seeking your information.

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More